Divulgação
Divulgação

Empreendedor cria rede social para jogadores amadores marcarem as tradicionais 'peladas'

Timecontra.com quer reunir 100 mil usuários e 10 mil times até o fim de 2013

GISELE TAMAMAR, ESTADÃO PME,

14 de dezembro de 2012 | 14h40

A dificuldade para achar novos companheiros para as tradicionais peladas inspirou o empreendedor Guilherme Castañon a criar a rede social Timecontra.com. É possível, por exemplo, montar seu time, desafiar adversários da mesma região e buscar jogadores para completar a equipe. Já um jogador solitário pode buscar times que se encaixam no seu perfil.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A rede ainda possibilita o planejamento de torneios, inclusão de ficha técnica e dos desenhos do escudo e uniforme do time. Já quem não tem um desenho personalizado pode criar seu próprio escudo na rede social.

Atualmente, a rede conta com mil usuários e 400 times, mas a meta é fechar 2013 com 100 mil usuários e 10 mil times. A rede social está em fase de pré-cadastramento e planeja a abertura dos desafios e interações a partir de quinta-feira, dia 20. Para colocar o projeto em prática, Guilherme investiu R$ 250 mil. E para ganhar dinheiro, a maior fatia deve ser de patrocínios. O projeto também não descarta a inclusão futura de conta premium e games sociais.

Início. A ideia do Timecontra.com surgiu da própria necessidade do empreendedor. Morador de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, Guilherme passou a infância jogando peladas com os amigos, mas o número de jogadores foi diminuindo com o tempo.

"Uns se mudaram, outros tiveram filhos e surgiram outros compromissos, outros estavam lesionados", conta. A situação piorou quando o empreendedor se mudou para Copacabana e não conhecia ninguém, situação que deu mais força para a criação da rede social. 

O Timecontra.com não está restrito aos jogadores de futebol. Também é possível encontrar praticantes de vôlei, basquete, handebol e rúgbi. O futebol tem a preferência de 70% dos usuários da rede, mas o rúgbi surpreendeu ao aparecer em segundo lugar, com 15, até agora.

:: Veja o vídeo do Timecontra.com ::

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.