Divulgação
Divulgação

Empreendedor com apenas 31 anos, geek assumido, faz sucesso e fatura R$ 17 milhões

Thiago Bacchin, geek assumido, construiu uma ferrramenta de search marketing que faz bastante sucesso

CRIS OLIVETTI, do oportunidades,

19 de março de 2012 | 16h51

A paixão de Thiago Bacchin pela informática começou aos 14 anos, quando viu pela primeira vez um computador. “Eu fiquei encantado com o equipamento e só sosseguei quando ganhei um.” A partir daí, aprendeu a programar sozinho e em 1999, com 18 anos, criou um serviço de search marketing, ou marketing de busca, para melhorar o posicionamento de sites em resultados de buscas na internet.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google+ ::

Um ano depois criou a Cadastra, agência de marketing digital, deixando para trás o estágio e uma proposta de emprego. “Comecei sozinho, numa sala de 35 m², com uma mesa, um computador e uma linha discada.” Hoje, aos 31 anos, Bacchin comemora os 12 anos da empresa no mercado e o faturamento de R$ 17 milhões alcançado em 2011, com perspectiva de aumentar em 50% o faturamento da agência em 2012.

Natural de Porto Alegre, Thiago Bacchin diz que é um geek desde os 14 anos, quando viu um computador pela primeira vez. Segundo ele, geek é um tipo de nerd, porém bastante sociável. Apesar da paixão pela informática, o jovem trocou o curso de ciência da computação pelo de administração de empresas, focando a gestão do negócio que acabara de criar.

A decisão foi tomada porque, aos 18 anos, Bacchin construiu uma ferramenta de marketing de busca, ou search marketing, usada para melhorar o posicionamento de um site nos resultados de busca. Em 2000, animado pelo retorno, criou a Cadastra. Após cinco meses no mercado, a empresa conquistou um grande contrato e no final do primeiro ano contratou cinco funcionários. “Em 2005, iniciamos o processo de expansão, abrindo um escritório em São Paulo, mas mantivemos a matriz em Porto Alegre. Atualmente, as duas unidades somam 70 funcionários”, conta o empresário.

Bacchin explica que a partir de 2011 a empresa passou a ser uma agência full service. “Fazemos todos os serviços de uma agência digital, como redes sociais e hot sites.” No processo de expansão, outras duas empresas surgiram, dando origem a holding Digital Brand Group (DBG).

O empresário informa que desde 2009 a Cadastra vem reduzindo o número de contas para incrementar a qualidade no atendimento dos 30 maiores clientes. “Muitas contas migraram para a New Blue, outra empresa do grupo.” Essa estratégia fez a Cadastra crescer 53% em 2011, quando faturou R$ 17 milhões.

Segundo Bacchin, sua empresa foi a primeira agência de Search Engine Marketing (SEM) do Brasil, especializada em marketing de performance, e pioneira em Otimização de Sites (SEO) e gestão de campanhas de links patrocinados, como Google, Yahoo e Buscapé.

Na opinião de Bacchin, manter-se atualizado é essencial para alcançar o sucesso. “Participar de cursos, palestras e eventos, além de circular bastante, almoçar com clientes e até com concorrentes, é muito importante para manter um bom relacionamento com todo o mercado.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.