Estadão
Estadão

Em queda livre, faturamento das pequenas empresas em maio é 6,9% abaixo que em 2013

Comércio foi o vilão da vez, com retração de 16,1% no período

Estadão PME,

16 de julho de 2014 | 11h19

O desempenho das micro e pequenas empresas paulistas está em queda livre. Em maio, o faturamento real dos empreendimentos registrou queda de 6,9% na comparação com igual período de 2013. É a terceira queda consecultiva do indicador, segundo revela a pesquisa de conjuntura realizada pelo Sebrae-SP.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Após um início de ano promissor, com um janeiro de crescimento (o setor avançou 12,3% na comparação com o mesmo mês, em 2013) e fevereiro positivamente influenciado pela ausência do carnaval, que em 2014 caiu em março, o humor da economia se inverteu e, em maio, atingiu seu pior resultado.

Analisados os resultados por setores, no período, o faturamento no comércio foi definitivo para o baixo desempenho. Os lojistas amargaram receitas 16,1% inferiores que em maio do ano passado. A indústria de transformação, por sua vez, também caiu, embora de maneira mais tímida: 2%.

“Os resultados foram influenciados pela desaceleração no consumo, um reflexo do enfraquecimento da atividade econômica, e também em virtude da queda da confiança dos consumidores, o que afeta o consumo das famílias”, afirma o diretor técnico do Sebrae-SP, Ivan Hussni.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Estadão PMEPMEEmpreendedorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.