Divulgação
Divulgação

Dispositivo combina sensibilidade do toque com a precisão do mouse

Swiftpoint bateu meta em site de financiamento com facilidade e já arrecadou mais de US$ 140 mil

Estadão PME,

01 de dezembro de 2014 | 07h13

Em vez de utilizar o recurso da tela sensível ao toque ou recorrer a barra de rolagem do mouse tradicional, uma empresa da Nova Zelândia desenvolveu um dispositivo que combina os dois recursos, sem a necessidade de ter um computador com tela touchscreen. O Swiftpoint GT simula o toque na tela para gerar um deslizamento mais suave e ainda com o recurso de zoom.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

De acordo com o projeto, o novo dispositivo é de 30% a 40% mais eficiente que o touchpad, aquela área sensível ao toque presente nos notebooks para substituir o mouse tradicional. Ele também funciona na mesa, na área livre ao lado do touchpad ou ainda na perna do usuário, além de ser ergonômico e confortável para todos os tamanhos de mão, segundo a empresa fabricante.

O Swiftpoint funciona conectado via Bluetooth ou com receptor USB. Em 30 segundos, o mouse está carregado para uma hora de uso no modo carga rápida. O usuário pode escolher e alternar o uso entre o modo clique e o modo toque e encontrar a melhor maneira de trabalhar. Ele facilita o trabalho com tabelas longas no Excel, por exemplo, ou a visualização de documentos com a função zoom.

O mouse foi lançado por meio de uma campanha no site de financiamento coletivo Kickstarter e bateu com facilidade a meta inicial de US$ 25 mil. A nove dias do término da campanha, 1,2 mil pessoas já apoiaram com US$ 141 mil. Os primeiros 150 apoiadores conseguiram garantir o produto por US$ 87, US$ 52 mais barato que o preço do varejo. Atualmente, a cota vendida é a de US$ 93.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.