Beto Barata/Estadão
Beto Barata/Estadão

Dilma anuncia, sem dar detalhes, que pretende reduzir os juros para pequenos empresários

Presidente afirmou em São Paulo que secretaria das PMEs tem papel estratégico para o País

Gustavo Porto e Francisco de Assis,

06 de maio de 2013 | 13h18

 A presidente Dilma Rousseff afirmou há pouco que tem consciência da desburocratização, em especial nos pequenos negócios, e avaliou que o papel das micro e pequenas empresas vai crescer cada vez mais na economia. Durante a posse da diretoria da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Dilma anunciou, sem detalhar, que vai reduzir os juros de 8% para 5% aos micro e pequenos empreendedores.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Dilma avaliou que a criação da Secretaria de Micro e Pequenas Empresas é essencial para o País, pois o órgão nunca seria tratada com a "principalidade" que deveria no Ministério do Desenvolvimento. "Um ministro olhando para essas micro e pequenas empresas é elemento fundamental, pois não há no Brasil dentro do governo tradição desse sentido. Essa secretaria (SMPE) terá papel estratégico para o Brasil", completou.

Ainda sobre o assunto, Dilma citou a criação do Simples que foi, segundo ela, responsável pela explosão das micro e pequenas empresas do País. "As MPEs foram responsáveis por 11 milhões de postos de trabalho no Brasil."

No discurso de posse de Rogério Amato, como presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), em São Paulo (SP), a presidente da República, Dilma Rousseff, exaltou o ex-presidente da entidade e vice-governador do Estado de São Paulo, Guilherme Afif Domingos (PSD). O político é cotado para ser ministro da Secretaria de Micro e Pequenas Empresas.

"Gostaria de homenagear um de vocês, um brasileiro que colocou na pauta do país as micro e pequenas empresas, fazendo que essa questão seja imprescindível para a questão do país, que é o Guilherme Afif Domingos", disse a presidente. "Como liderança e protagonista, colocou na pauta os pequenos negócios", disse Dilma. Ela reiterou ainda o compromisso "inarredável do meu governo com as micro e pequenas empresas", as quais, segundo ela, "fortalecem o tecido econômico, enriquecem e democratizam a sociedade", disse. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.