Dez perguntas para responder antes mesmo de começar uma startup em qualquer lugar do mundo

Saiba também o que é preciso ser feito para tirar a proposta de negócio do papel

MARCELO OSAKABE, ESPECIAL PARA O ESTADO,

24 de janeiro de 2014 | 07h00

Cada vez mais empresas, investidores nacionais interessados e eventos dedicados no País inteiro, o mercado brasileiro de startups amadurece a cada ano. E essa pode ser uma boa notícia para quem deseja ingressar no segmento, uma vez que existe cada vez mais suporte e conhecimento disponível para esse tipo de iniciativa. Mas há também um problema: o cenário atual deixa a competição mais acirrada. Por isso, preparação é algo crucial para o iniciante.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O diretor de produtos da Locaweb e autor do livro Guia da Startup, Joaquim Torres, indica um passo-a-passo de dez pontos para quem quiser testar sua ideia antes mesmo de botar o time em campo. Confira: 

1 - Qual problema (a empresa) vai resolver? (proposição de valor)

2 - Para quem esse problema será resolvido? (mercado-alvo)

3 - Qual o tamanho dessa oportunidade? (tamanho do mercado)

4 - Quais alternativas existem? (cenário competitivo)

5 - Por que somos os mais qualificados para perseguir essa oportunidade? (nossa diferenciação)

6 - Por que agora? (janela de oportunidade)

7 - Como levaremos essa oportunidade ao mercado? (estratégia de lançamento)

8 - Como vamos medir o sucesso e ganhar dinheiro com esse produto? (métricas e receita)

9 - Que fatores são críticos para o sucesso? (requisitos essenciais)

10 - Dado o acima, qual a recomendação? (ir ou não ir)

"A lista é grande, mas o exercício é bom para qualquer um que queira entrar em um negócio. São perguntas simples, e o legal é fazer em grupo, com os outros interessados' afirma Torres. "Precisa ser bastante honesto neste momento, pois ele vai demandar bastante tempo das pessoas."

Passado o teste inicial, chegou a hora de iniciar o projeto. Aí vão mais dicas:

Valide a idéia

Construa um protótipo, faça um site para as pessoas se cadastrarem, enfim, teste sua ideia. "E faça isso rápido, não gaste tempo planejando todo o modelo de negócio", afirma o presidente da Associação Brasileira de Startups, Gustavo Caetano. Para ele, o empreendedor de startups deve seguir o conceito de fail fast  - quanto mais cedo falhar, melhor. 

Tenha foco

Não espere que sua ideia resolverá todos os problemas. Segundo Caetano, as empresas que dão certo validam um negócio tentando se tornar as melhores em solucionar um problema específico. "Ainda vejo startups caindo nessa ideia de que o projeto não está pronto. Pode acontecer de eu colocar o produto na rua e os clientes pedirem uma 'feature' diferente daquele que atrasou em dois meses o lançamento do projeto."

Construa um business model Canvas

O nome pode parecer estranho, mas ele nada mais é do que um plano de negócio mais simplificado. "O canvas é interessante porque cuida apenas da parte sistêmica do modelo. Ele permite que você faça alterações na sua estratégia de forma rápida e simplificada", afirma o consultor do Sebrae especializado em Startups, Fabiano Akiyoshi Nagamatsu. "Mudanças são muito comuns quando se trabalha com inovação e tecnologia", afirma Nagamatsu.  

Vá a eventos dedicados

Use e abuse dos eventos que te colocam com gente do mercado. Eles pipocaram em todo o Brasil nos últimos anos. Além de incrementar o networking e te por em contato com possíveis investidores, eles colocam o empreendedor ao lado de gente que compartilha os mesmos problemas e angústias. 

Aceleradoras e mentoria

Programas de aceleração são ótimas formas de colocar o dono de uma ideia de negócio em contato com tutores especializados. A contrapartida é que eles demandam tempo do empreendedor para o programa. "Além disso, é necessário ter maturidade para lidar com o processo. Algumas startups recebem conselhos conflitantes de mentores diferentes. O pessoal da startup precisa saber lidar com isso", afirma Torres.

SERVIÇO

Feira do Empreendedor

Local: Expo Center Norte - Pavilhão Verde, São Paulo

Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme

Data: de 22 a 25 de fevereiro

Sábado e domingo: 10h às 21h

Segunda e terça-feira: 13h às 21h

Entrada franca

Inscrições no site: www.feiradoempreendedor.sebraesp.com.br

Tudo o que sabemos sobre:
STARTUP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.