Monica Bento/AE
Monica Bento/AE

Dez opções de franquias com faturamento a partir de R$ 30 mil

No mercado de franquias há diversas opções de negócios com retorno de, pelo menos, R$ 1 mil por dia

Ligia Aguilhar, Estadão PME,

26 de agosto de 2011 | 22h00

Depois de muito planejamento e esforço para abrir uma empresa , o empreendedor não quer correr o risco de perder tudo em um investimento que não seja lucrativo – embora esse risco sempre exista, é claro.Para minimizar as chances de insucesso, o modelo de franquias traz, além de um modelo de negócio já testado, previsões mais precisas sobre faturamento e lucratividade. Dessa forma, o  empreendedor pode escolher a opção que mais se enquadra em suas expectativas. E já é possível encontrar uma lista de negócios que garantem um faturamento médio equivalente a, pelo menos, R$ 1 mil por dia – R$ 30 mil por mês.

Se a oferta pareceu tentadora, apontamos abaixo dez opções que se encaixam nesse perfil.

:: Franquia Century 21 tem faturamento médio de R$ 50 mil ::

:: Franquia da Mundo Verde tem faturamento médio de R$ 110 mil ::

:: Franquia da livraria Nobel pode faturar até R$ 100 mil ::

:: Franquia da lavanderia Quality fatura até R$ 35 mil ::

:: Franquia da Casa das Calcinhas prevê faturamento de R$ 30 mil ::

:: Franquia da Ice Mellow garante faturamento de R$ 33 mil ::

:: Franquia do CNA prevê faturamento de R$ 50 mil ::

:: Franquia da TAM Viagens: faturamento chega a R$ 400 mil ::

:: Franquia da 5 à Sec garante faturamento médio de R$ 35 mil ::

:: Franquia da Contém 1 G fatura cerca de R$ 60 mil ::

Mas antes é importante ponderar: boa parte desse retorno vai depender também do esforço do franqueado. E pode dobrar ou até triplicar com uma boa administração.“A franquia não é um cheque em branco. A gestão do franqueado faz muita diferença”, diz a vice-presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Cristina Franco.

A margem de lucro estimada pelas franqueadoras é baseada em uma média do mercado. Como esse valor está ligado também ao montante investido, é importante que o candidato a franqueado pesquise outros modelos de negócios para conhecer as margens do mercado onde pretende atuar. “É essencial o empresário alinhar sua expectativa ao que vai comprar”, diz Filomena Garcia, sócia-diretora da Franchise Store.

Em média, 20% a 30% do faturamento das franquias de serviços vão para o bolso do empreendedor, contra 10% a 17% nos setores de varejo e alimentação. Isso acontece porque os últimos costumam exigir investimentos maiores. Em compensação, tendem a lucrar cada vez mais, à medida que o negócio faça sucesso.

Por fim, o empreendedor deve se preocupar, também, com possíveis mudanças no mercado. “Atualmente, nós alertamos os investidores de São Paulo sobre a valorização imobiliária, que aumentou muito os preços dos aluguéis na cidade e tem impactado no retorno dos negócios”, diz Cristina, da ABF.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

Tudo o que sabemos sobre:
FranquiasEmpresasNegócios

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.