Reprodução
Reprodução

Designer cria peça que promete ser 40% mais rápida do que o gesso no tratamento de fraturas

O produto pode ser feito por meio de impressão 3D e conecta-se a um equipamento de ultrassom

Estadão PME,

04 de maio de 2014 | 07h14

Os dias do gesso para uso em tratamento de pacientes que quebraram o braço podem estar contados. O designer industrial turco Deniz Karasahin desenvolveu um produto que pode ser moldado de acordo com as medidas de cada pessoa e feito em impressora 3D.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Diferente das peças de gesso que são usadas no caso de fraturas, o Osteoid, como é chamado o produto, possui furos que permitem uma melhor ventilação e ajudam a reduzir coceira e mau cheiro.

Além disso, o dispositivo pode ser ligado a um equipamento de ultrassom que promete acelerar o tratamento, obtendo resultado perto de 40% mais rápido do que o tempo convencional obtido com o gesso.

De acordo com o site da revista Fast Company, a novidade está em fase de desenvolvimento. Caso ela se transforme em negócio, o desafio para que o produto ganhe espaço no mercado de saúde certamente será o custo, mais alto do que o do gesso tradicional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.