Caneta foi idealizada para ajudar pacientes com Mal de Parkinson
Caneta foi idealizada para ajudar pacientes com Mal de Parkinson

Designer cria caneta para portadores de Mal de Parkinson

Produto é mais um na carreira de designer diagnosticada com um tumor no cérebro

Estadão PME,

02 de abril de 2015 | 07h00

Uma designer britânica acaba de lançar uma caneta para portadores do Mal de Parkinson, doença crônica, degenerativa e que atua no sistema nervoso, dificultando a coordenação motora de seus portadores.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A caneta tem um formato que ajuda o paciente a pegá-la com a mão espalmada. Além disso, é dotada de um pequeno motor que imita a vibração característica de que tem a doença. Este detalhe é vital para combater a micrografia, peculiar nesses casos - quando os pacientes passam a escrever menos e pior a ponto da letra perder sua legibilidade.

O nome da caneta é Arc e a designer, chamada Lucy Jung, diz que trabalha com sua equipe na prospecção de parceiros que a auxiliem a refinar o projeto. O produto é mais um na carreira de uma designer que desde que diagnosticada com um tumor no cérebro vem se dedicando a desenvolver soluções para pessoas com necessidades específicas. Ao 27 anos, a britânica está recuperada da doença, mas de lá para cá não parou mais de criar para esse público.

"Quando você está falando sobre design para pessoas com doenças crônicas, a maioria dos designers focam em necessidades básicas. Mas nossas vidas não são apenas comer e respirar. É também escrever, desenhar, cantar e um monte de outras coisas que dão às pessoas diversão. Por isso, nós queremos nos focar nisso", afirmou Lucy para o site Fast company, especializado em inovações.


Tudo o que sabemos sobre:
Inovaçãoempreendedorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.