Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Descubra cinco negócios brasileiros que apostam no bem-estar e faturam alto com isso

Empreendedores investiram em empresas ligadas à alimentação saudável, esporte e saúde

ESTADÃO PME,

01 de dezembro de 2012 | 11h20

Uma das tendências para apostar no mundo do empreendedorismo é investir em negócios ligados ao bem-estar. Para ajudar os candidatos a empresários, o Estadão PME reuniu cinco histórias de empresas ligadas à alimentação saudável, esporte e saúde que podem inspirar futuros empreendimentos.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Um deles é a Expresso Nutri, do empresário Guilherme Falchi, que visualizou uma alternativa para a expansão das máquinas de guloseimas dentro das grandes empresas. Com investimento de R$ 380 mil, ele lançou um negócio de alimentação saudável para funcionários que quiserem fazer ‘uma boquinha’ entre o almoço e o jantar.

O negócio é formado, basicamente, de carrinhos que vão de estação em estação de trabalho oferecendo bebidas, lanches e doces em empresas de médio e grande porte. A diferença para os carrinhos tradicionais é que a Expresso Nutri  vende produtos orgânicos, lights e naturais. Criada em agosto, a expectativa é faturar R$ 12 milhões em dez anos.

Ainda na área de alimentação, o Seletti surgiu em 2007 como alternativa de alimentação saudável dentro do mercado de fast food. Os restaurantes, sempre localizados em praças de alimentação de shopping centers, conquistaram clientes que não têm muito tempo para dedicar às refeições, porém, não abrem mão dos cuidados com a saúde.

O Seletti é adepto do sistema de franquias e tem um investimento médio inicial de R$ 380 mil, sem contar o ponto comercial. O faturamento médio mensal bruto é de R$ 100 mil, com prazo médio de retorno de 30 a 40 meses.

Esportes. José Fernandes Franco é dono de dois parques de aventura na cidade de Socorro, divisa de São Paulo com Minas Gerais. Com os negócios, que lhe custaram um investimento de R$ 800 mil, ele embolsa pelo menos R$ 900 mil líquidos todos os anos. Os parques contam com atrações como tirolesas, descidas de corredeiras em botes e arvorismo. Mas além de proporcionar aventura, os espaços criados pelo empresário agregam hospedagem e também conveniência.

O casal de atletas Daniela e Caetano Zammataro também apostou na prática de esportes para empreender. A dupla é dona da Bike Tech Jardins, uma loja de bicicletas moldada dentro dos conceitos de sustentabilidade, como uso de madeira de demolição e sistema para os produtos químicos usados no negócio não atingirem a rede de esgoto. Em 2011, a empresa faturou R$ 2,8 milhões e espera atingir R$ 3,5 milhões em 2012.

Na área da saúde, as empresárias Luciana Guimarães e Vanessa Vasquez encontraram uma boa oportunidade de negócio: investir em comunicação e criar uma ponte entre fabricante e usuário de medicamentos. A ideia surgiu após as amigas perceberem a dificuldade que a indústria farmacêutica enfrentava para esclarecer médicos e pacientes sobre o tratamento de doenças crônicas.

A dupla fundou a Íntegra Medical, que começou com capital próprio de R$ 120 mil em 2005 e faturou R$ 12 milhões no ano passado – a expectativa das empreendedoras é chegar a R$ 20 milhões em 2012. Contratada pelas indústrias farmacêuticas, a Íntegra Medical é responsável por acompanhar de perto cada paciente e aferir a eficácia dos tratamentos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.