Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Depois de criar jogo viciante, adolescente chama a atenção do Google e Facebook

Jovem já trabalha em novo aplicativo que reúne todas as redes sociais

Estadão PME,

23 de janeiro de 2015 | 14h44

Aos 15 anos, o australiano Ben Pasternak criou um jogo considerado viciante e que fez um grande sucesso: 500 mil downloads nas seis primeiras semanas. Ele criou o Impossible Rush com Austin Valleskey, enquanto estava entediado na escola e agora o garoto prodígio tem chamado a atenção das maiores empresas de tecnologia, incluindo Facebook, Google e Yahoo, onde ele espera conseguir um estágio.

::: Saiba tudo sobre :::

Mercado de franquias

O futuro das startups

Grandes empresários

Minha história

De acordo com o site Mashable, o departamento de estágio do Facebook e o vice-presidente do Google, Yossi Maias, convidaram o jovem para visitar as sedes das empresas. No jogo criado por Pasternak, bolinhas coloridas começam a cair na tela e o usuário precisa combinar a cor onde ela vai cair. Atualmente, Pasternak está no Vale do Silício para o evento Hacking Generation Y, promovido pelo Google e MIT Lauch, onde estudantes do ensino médio criam um produto em 36 horas.

Lá ele vai trabalhar no projeto One, um aplicativo que reúne todas as redes sociais em uma única plataforma e ainda com serviço de mensagens. O primeiro aplicativo criado, Impossible Rush, foi vendido por US$ 200 para um amigo. "A minha maior motivação é saber que meus aplicativos tornam a vida das pessoas um pouco mais fácil e simples. Não há sensação melhor do que ver as pessoas usando suas criações", disse Pasternak ao site Mashable.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.