Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Customizar serviços é uma boa estratégia para quem trabalha com boa forma

Materna Fit e CrossFit Brasil são exemplos de empresas que atuam em mercados de nicho

Estadão PME,

16 de dezembro de 2014 | 06h59

Materna Fit e CrossFit Brasil são exemplos de empresas que atuam em mercados de nicho e que, por isso, apostaram no atendimento customizado para crescer. A estratégia escolhida por ambas as companhias está baseada em práticas que tornam o cliente um elemento único dentro da estrutura do negócio. Isso, na prática, transforma a figura do consumidor em algo além de uma fonte de receita – um protagonista que merece ser tratado de forma exclusiva e individual.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O plano deu certo e hoje as duas empresas vivem um momento de crescimento. Essa questão do serviço diferenciado é levada tão a sério que um modelo de expansão por franquias, por exemplo, é descartado por seus gestores. “Para conquistar o cliente, a especialização é muito importante no nosso ramo de negócio. Meu público depende da minha atualização constante. O mais importante é olhar para o cliente como um indivíduo, não como um grupo homogêneo e estático”, disse Juliana Calheiros, fundadora da Materna Fit, empresa especializada em atender mulheres gestantes ou que tiveram filhos recentemente.

Exclusivo. Para Joel Fridman, coordenador técnico da CrossFit Brasil, os consumidores se sentem atraídos por serviços que são oferecidos de maneira exclusiva. Tanto que, segundo o empreendedor, o modelo de franquia torna-se inviável porque a preocupação com as particularidades de cada cliente pode se perder no caminho.

“O trabalho diferenciado é o que cativa o cliente, o contato direto e constante. Essa é a nossa grande diferença para as academias tradicionais. É o nosso fator de crescimento. Franquia, no meu caso, é um modelo que faz com que a empresa perca o contato com o cliente”, conta Fridman. Ele trouxe a modalidade do Canadá, país onde morou e de onde saiu a ideia de montar uma academia que oferece treinos físicos funcionais, a essência do CrossFit.

Apostar nesse serviço, no entanto, exige que a empresa supere uma série de desafios importantes. Um dos problemas apontados pelos empreendedores é a falta de mão de obra qualificada para atender demandas particulares. Juliana conta que teve dificuldades em selecionar colaboradores quando abriu a Materna Fit porque não havia traçado o perfil ideal de colaborador para atender gestantes. “É muito difícil encontrar profissionais que se enquadram em um serviço customizado. Tive que ir tentando várias pessoas até perceber que a funcionária ideal também tinha que ser mãe”, disse a executiva.

Já para Fridman, achar o espaço ideal para montar o negócio foi uma tarefa que se mostrou complicada enquanto o empreendedor traçava as primeiras linhas de seu plano de negócios no Brasil. Mais do que um bom ponto comercial, ele precisava encontrar um imóvel que comportasse a estrutura do empreendimento. Uma fez resolvida essa questão, surgiu outra: o valor gasto na reforma, superior ao planejado inicialmente.

“Nem sempre é possível encontrar um lugar que reúna no mesmo espaço tudo o que o teu negócio precisa”, finalizou. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.