Curso de inglês em Curitiba permite que aluno assista aula com cachorro no colo

Curso de inglês em Curitiba permite que aluno assista aula com cachorro no colo

Serviço é oferecido pelo Centro Europeu, que atrai clientes apostando em um ambiente mais descontraído

O Estado de S.Paulo

04 de novembro de 2016 | 18h43

Na tentativa de fidelizar um público cada vez mais apegado aos seus animais de estimação, uma escola de idiomas e que também oferece cursos profissionalizantes na cidade de Curitiba resolveu abrir suas portas para os pets. Nos mesmos moldes de restaurantes ou lojas que já adotam o conceito, o Centro Europeu lançou na cidade o serviço de salas de aula "pet friendly".

A prática é permitida desde o início do segundo semestre de 2016 nas cinco unidades da escola em Curitiba. De acordo com Patrícia Bassi, diretora de marketing da instituição, a medida vem se tornando fator de decisão na hora de um estudante fechar algum curso com o Centro. " A gente quer que nossos alunos se sintam em casa, com o ambiente mais descontraído e menos estressante. Muitos, inclusive, começam a frequentar fora da hora de aula, quando podem", disse.

Um dos alvos do Centro Europeu são as pessoas que trabalham e têm um pet que fica sozinho, o dia inteiro, em casa. "É um momento que elas têm de ficar com eles, à noite ou aos fins de semana. Como precisam levar os bichos para passear, já fazem isso vindo pra cá, porque não têm outro horário para isso", comentou Patrícia. Os alunos que mais estão buscando o serviço são os de cursos de idiomas, que possuem aulas mais curtas, e donos de cachorros de pequeno porte.

Tirando a mudança cultural na empresa, o investimento para implementar o serviço basicamente foi na sinalização e na compra de pequenos potes para água. Segundo Patrícia, não há preocupação sobre eventuais sujeira ou bagunça que os animais possam fazer. "A partir do momento que assumimos ser 'pet friendly', nosso alunos também adotam essa filosofia. Não registramos problema até agora." Não há pagamento de taxa extra para quem quer levar os animais para a aula.

Tudo o que sabemos sobre:
Curitiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.