Rafael Arbex/ESTADÃO
Rafael Arbex/ESTADÃO

Criatividade guia programação intensa no domingo pelo mundo

Dia da Criatividade (21/4) reúne atividades em 51 cidades de cinco países; em São Paulo, palestras tomam espaços da Avenida Paulista

Mateus Apud, O Estado de S.Paulo

18 de abril de 2019 | 06h05

Neste domingo, São Paulo vai receber a 4ª edição do World Creativity Day, com uma programação aberta ao público para celebrar o Dia Mundial da Criatividade. Além de São Paulo, outras 50 cidades espalhadas por Brasil, Portugal, Sérvia, Índia e Colômbia realizam o evento, que tem o objetivo de desmistificar a criatividade, encorajando pessoas a utilizarem seu potencial criativo para buscar novas maneiras de lidar com antigas questões. Só no Brasil, são 44 cidades.

Ao longo de todo o dia, o evento em São Paulo acontece em diversos pontos da Avenida Paulista e conta com 68 atividades, entre elas palestras, debates e workshops sobre inovação, tecnologia e impacto social.

Leia mais

:: Startup faz raio-x de cidades brasileiras de olho em comunidades mais sustentáveis

:: Aceleradora da periferia divulga 10 startups para programa

A abertura é no Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, às 10h30, com a presença de Guilherme Nafalski, Coordenador de Convergência Digital na Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia da Prefeitura de São Paulo, Laís Bodanzky, à frente do Spcine (empresa de cinema ligada à Prefeitura), e o idealizador do evento, o empreendedor Lucas Foster.

“A criatividade é o que conecta a ideia do empreendedor a novas soluções”, diz Foster, que também é o fundador do ProjectHub, plataforma que liga empreendedores a investidores, e do Prêmio Brasil Criativo. “Nossa intenção é democratizar e desmistificar a criatividade, encorajando as pessoas a utilizarem seu potencial criativo, gerando novos recursos e soluções.”

Entre os destaques da programação, que é gratuita, estão o debate do estudioso da cultura digital Gil Giardelli com Murilo Gun, um dos pioneiros da internet no Brasil (às 12h15, no Eva Herz) e o bate-papo de Vanessa Queiroz, da Colletivo Design, com Adriana Barbosa, da Feira Preta (às 12h45, no Eva Herz), além das palestras de Keka Bego (do Projeto Biquíni Mutável, às 12h, no LiveWork) e José Carlos Aronchi (do Sebrae, 14h30, no LiveWork).

Pelo mundo

O evento é realizado em São Paulo desde 2014 por Lucas Foster, e só em 2017 o Dia da Criatividade (21 de abril) foi instituído mundialmente pela ONU. A partir de então, o evento ganhou mais visibilidade e expansão.

Neste ano, as 51 cidades anfitriãs reúnem 48 mil vagas em debates, palestras e workshops, em que estarão presentes 837 líderes inspiradores, 185 anfitriões e 570 atividades. Para tornar o evento possível, cada cidade conta com líderes locais, selecionados pela plataforma ProjectHub. Eles são treinados para fazer a curadoria dos inspiradores (pessoas que vão compartilhar conhecimento), dos anfitriões (dos espaços onde são realizadas as atividades) e dos voluntários, que auxiliam as atividades no dia do evento.

Com o crescimento de mais de 300% em relação ao ano passado, segundo a organização, o World Creativity Day é considerado o maior evento sobre criatividade do Brasil e deve chegar a 20 países e 250 cidades no ano que vem, estima Foster.

A programação completa do próximo domingo pode ser conferida no site do evento. É preciso fazer inscrição (gratuita) para as atividades.

Destaques da programação

Palestra com Vanessa Mathias, cofundadora da White Rabbit.

Horário: 11h30 (duração de 20 minutos), no LiveWork (R. Haddock Lobo, 585)

Exposição com Keka Bego, fundadora do Projeto Biquíni Mutável (moda beachwear sustentável).

Horário: 12h (duração de 20 minutos), no LiveWork (R. Haddock Lobo, 585)

Debate com Gil Giardelli, estudioso da cultura digital e professor na ESPM e da FIA, e Murilo Gun, um dos pioneiros da internet no Brasil e criador do curso online Reaprendizagem Criativa.

Horário: 12h15 (duração de 15 minutos), no Teatro Eva Herz (Livraria Cultura do Conjunto Nacional, Av. Paulista, 2.073)

Bate-papo com Vanessa Queiroz, sócia-proprietária da Colletivo Design, e Adriana Barbosa, fundadora da Feira Preta e considerada um dos 51 negros mais influentes do mundo em 2017.

Horário: 12h45 (duração de 30 minutos), no Teatro Eva Herz (Livraria Cultura do Conjunto Nacional, Av. Paulista, 2.073)

Bate-papo com Rodrigo Stoqui, country manager/ business development na Pipedrive, e Edrey Momo, empreendedor do ramo gastronômico, fundador da rede de pizzarias 1900 e do restaurante Taberna da Esquina.

Horário: 13h30 (duração de 25 minutos), no Teatro Eva Herz (Livraria Cultura do Conjunto Nacional, Av. Paulista, 2.073)

Palestra com José Carlos Aronchi, consultor de Inovação e Tecnologia do Sebrae.

Horário: 14h30 (duração de 20 minutos), no LiveWork (R. Haddock Lobo, 585)

Palestra com Paulo Beneti, especialista em treinamento e desenvolvimento, do Sales Impact.

Horário: 15h30 (duração de 20 minutos), no LiveWork (R. Haddock Lobo, 585)

Programação completa no site do evento.

* ESTAGIÁRIO SOB A SUPERVISÃO DO EDITOR DE SUPLEMENTOS, DANIEL FERNANDES

Tudo o que sabemos sobre:
empreendedorismoWorld Creativity Day

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.