Reprodução
Reprodução

Criança desenvolve caneca inquebrável e que não tomba para ajudar avô

Lily Born, de 11 anos, criou a Kangaroo Cup para o avô que sofre de Mal de Parkinson e agora quer comercializar o produto

Estadão PME,

16 de maio de 2014 | 17h20

Uma criança de 11 anos dos Estados Unidos desenvolveu um modelo especial de caneca para evitar que o conteúdo do objeto seja acidentalmente derrubado. Inicialmente, a invenção de Lily Born tinha como objetivo permitir que seu avô, um paciente com Mal de Parkinson, pudesse segurar a caneca e beber sem derrubar nada. Hoje, a Kangaroo Cup, como foi batizada, está prestes a ser produzida em escala industrial na sua versão plástico.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A família de Lily iniciou uma campanha no Kickstarter, site especializado no financiamento colaborativo de projetos, para conseguir realizar a transição da caneca de cerâmica para o novo material. O objetivo agora é moldar a Kangaroo Cup de modo que ela se torne indestrutível mesmo nas mãos de crianças pequenas.

A caneca possui um design arrojado, com três pernas que garantem o equilíbrio do objeto mesmo nas superfícies mais irregulares, inclusive gramados. Além disso, o fundo da caneca é mais elevado que o tripé, de modo a tornar dispensável o uso de bolachas especiais para a proteção de superfícies de madeira. A invenção também foi modelada para garantir o empilhamento das canecas na hora de guardar no armário. O material, por sua vez, permite que o produto seja utilizado para esquentar líquidos no micro-ondas. 

O Kangaroo Cup já pode ser encomendado no Kickstarter: um jogo de quatro canecas, o mais barato, sai por US$ 25. O prazo de entrega é de aproximadamente cinco meses, tendo em vista que a família de Lily investirá o dinheiro arrecadado no Kickstarter para financiar o novo processo de produção.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.