Mônica Bento/AE
Mônica Bento/AE

Crédito imobiliário pode crescer até 40% em 2012

Para o presidente da Abecip, bons níveis de emprego e renda continuarão a sustentar a expansão

Circe Bonatelli, Agência Estado,

07 de dezembro de 2011 | 19h46

 O presidente da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), Luiz França, estimou nesta quarta-feira, 7, que o crédito no setor deve crescer de 30% a 40% em 2012. Apesar de projetar uma desaceleração da economia do País, com alta menor do Produto Interno Bruto (PIB) do País no ano que vem - na faixa de 3% - França avaliou que os bons níveis de emprego e renda continuarão a sustentar a expansão do crédito.

França também projetou que o crédito deve passar de quase 5% do PIB em 2011 para 11% até 2014. Ele ponderou, no entanto, que a expansão do crédito imobiliário vai depender de captações no mercado financeiro.

"A caderneta de poupança cresce cerca de 15% ao ano e, nos próximos anos, não será suficiente para abastecer os financiamentos. Chegará um momento em que o crédito terá que ser obtido por meio do mercado financeiro, o que é comum nos outros países do mundo", disse.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Tudo o que sabemos sobre:
ImóveisEconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.