Controle leva à redução de custo

Controle leva à redução de custo

Empresas prometem economia de 30% a empresários que usarem suas ferramentas

O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2017 | 06h00

Redução de custos, gestão de controle, relatório de gastos e pagamento centralizado. Se chegaram ao mercado oferecendo propostas diferentes para o consumidor individual, as empresas 99 e Uber hoje apostam em ofertas semelhantes para conquistar o cliente corporativo. Não à toa, dividem o primeiro lugar na categoria Aplicativo de Transporte na pesquisa PME, com 78 pontos. 

A Uber chegou ao Brasil em 2014. A 99 foi criada um pouco antes, em 2012, após a Easy Taxi chegar ao mercado com a inovação de pedir táxi por aplicativo de celular. Com o setor em expansão, as três apostam na promessa de redução de custos a partir de ferramentas de controle. Basta ver que tanto o site Uber Para Empresas quanto o 99 Corp têm a opção de calcular a economia com a contratação do serviço. A promessa é que quem aderir ao serviço vai gastar 30% a menos. Os pequenos e médios empresários economizam, e o setor sai ganhando.

99 permite definir como equipe vai usar os táxis

“Tínhamos um serviço de táxi que era muito ruim. A Uber veio com um serviço legal, que fez a gente se reinventar e hoje estamos em igualdade de condições. Quem ganha é o passageiro, que tem um ganho de qualidade muito grande porque há dois grandes players brigando por esse mercado.” A avaliação é de Leandro Baran, diretor de Operações B2B da 99. De fato, a 99, assim como a Easy, sofreu com a chegada da Uber. A 99, então, apostou em carro particular. Mas táxis seguem à disposição, após uma grande peneira de taxistas.

Eles são atraentes principalmente em São Paulo, pois podem usar corredores vetados a veículos particulares. “O táxi chega muito mais rápido que os carros da Uber, porque consigo usar a infraestrutura da cidade a meu favor. Tempo é dinheiro, e o usuário do táxi pode aproveitar para visitar mais clientes ao longo do dia.”

A 99 Corp tem contrato com 6.100 empresas, delas 80% são PMEs. “Nosso serviço permite a gestão, já que as pessoas podem escolher o tipo de carro e em que horário (vão usá-lo). Dá para racionalizar custos.”

Uber oferece boleto para até 30 dias

Disparada na frente como objeto de desejo (com 46%), a Uber continua sendo referência quando o assunto é aplicativo de transporte. Afinal, foi a empresa californiana que implantou um novo modelo de negócio no mundo e revolucionou o transporte urbano. Agora, a Uber também quer se firmar entre clientes corporativos com um produto para companhias de todos os tamanhos. “O Uber Para Empresas surgiu com a missão de oferecer uma maneira mais eficiente de gerenciar viagens a trabalho e separar despesas pessoais e profissionais”, informa a Uber.

Segundo a empresa, a principal vantagem do produto é o administrador controlar, de maneira centralizada, as viagens feitas pelos funcionários, tendo acesso imediato às informações sobre elas. Com isso, seria possível diminuir desperdícios de dinheiro e de tempo.

O Uber Para Empresas permite que as PMEs faturem todas as viagens de uma única vez, até em boleto com 30 dias para o pagamento, de acordo com a empresa. Entre outros benefícios citados pela Uber está o baixo tempo de espera (de dois a três minutos, em média, em São Paulo) e operações especiais em grandes eventos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.