Divulgação/ Conta Azul
Divulgação/ Conta Azul
Conteúdo Estadão Blue Studio

Conta Azul completa 10 anos oferecendo inovação e tecnologia para empreendedores

Plataformas de gestão em nuvem voltadas para pequenas empresas e contadores simplificam rotinas financeiras e trazem maior controle e agilidade aos negócios

Conta Azul, Estadão Blue Studio

16 de fevereiro de 2022 | 08h00

Empreender e ter o próprio negócio é o sonho de milhares de brasileiros. E quem já está no mercado sabe que um dos principais desafios está na gestão. No dia a dia, pode parecer complexo administrar questões financeiras, fiscais e contábeis - e é essa realidade que a Conta Azul vem transformando ao longo da última década.

Fundada em 2012 em Joinville, a companhia completa 10 anos oferecendo inovações que simplificam as rotinas para todos os tipos de negócio e também para contadores. Por meio de plataformas de gestão de negócios em nuvem, a Conta Azul fornece soluções que interligam dados fiscais, financeiros e de vendas e que estão integradas a governos, bancos e outras companhias. 

"A gente conseguiu dar a possibilidade de qualquer empreendedor ter acesso a um Enterprise Resource Planning (ERP), uma plataforma de gestão financeira. Com isso, ele passa a ter mais controle do negócio, com automação das rotinas burocráticas e acesso à informação para poder tomar decisões", afirma Vinicius Roveda, CEO da Conta Azul. "E a gente teve que criar isso de uma maneira muito diferente, permitindo que qualquer empreendedor, com poucos cliques, conseguisse, sem implantação, sem treinamento, de maneira rápida, ter esse controle. Então, dá para dizer que o grande marco conquistado esse tempo todo foi esse, de qualquer empresa ter acesso a um ERP, coisa que antes era algo considerado de luxo, algo que só as grandes companhias tinham", complementa. 

Com planos a partir de R$ 99, empreendedores e donos de negócios podem deixar de lado as planilhas para fazer o controle do negócio em um sistema simples e seguro em nuvem, acompanhando tudo em tempo real. "A competitividade hoje é muito grande, e as empresas precisam pensar, desde o dia zero, em ter um negócio organizado. Não há mais espaço hoje para uma empresa, independentemente do seu tamanho, controlar o negócio em planilhas, papel, nos sites e portais de prefeituras, em internet banking. Você precisa ter tudo em um lugar único, centralizado. Com isso, você ganha tempo, e esse tempo economizado pode ser destinado a cuidar do negócio, dos clientes, dos fornecedores, a pensar no futuro", afirma Roveda.  

As facilidades oferecidas pela Conta Azul fazem com que a plataforma atue também como uma espécie de "internet banking", concentrando todas as operações em uma única plataforma. "Entendemos que não bastava só democratizar o acesso ao ERP, ter o contador, mas era necessário também fazer com que as empresas tivessem mais facilidade na relação com o banco. E o desafio foi transformar o ERP no internet banking das empresas, para que elas pudessem fazer dentro da plataforma as operações que tomavam tempo lá no banco", diz Roveda. 

Parceiros estratégicos das pequenas empresas, os contadores que aderem às plataformas da Conta Azul também têm acesso fácil aos dados financeiros do cliente, o que permite agilizar o cumprimento de obrigações fiscais, contábeis e de folha com maior agilidade. "O empreendedor aqui no Brasil tem necessidade de ter alguém mais especializado do lado dele. Entendemos também, ao longo do caminho, que um outro desafio era ajudar o mercado contábil. Criamos tecnologia para que o contador eliminasse toda a burocracia, todo o papel que circula entre a empresa e o escritório de contabilidade, e se tornasse totalmente digital. Com isso, ele se torna mais produtivo, destina seu tempo para pensar e ajudar o seu cliente, tendo um papel muito mais consultivo", diz Roveda.

A Conta Azul estima que seus clientes já economizaram mais de 350 mil horas de trabalho somente ao organizar e automatizar processos. As soluções da companhia - eleita uma das dez empresas mais inovadoras da América Latina justamente pela capacidade de ajudar o empreendedor a "tornar o complexo simples" - já foram utilizadas por mais de 100 mil clientes. Mas, para Roveda, isso é só o começo. "Conquistamos muita coisa, mas ainda é pouco dado o tamanho do mercado e a possibilidade de ajudar milhões de empresas no País", diz. 

Você pode conhecer mais sobre a Conta Azul e seus 10 anos de história em https://10anos.contaazul.com/

Conteúdo produzido pelo estadão blue studio, a área de conteúdo customizado do estadão

Tudo o que sabemos sobre:
Contabilidadeempreendedorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.