Consultoria Sebrae-SP: o mercado de franquias

Mercado cresce com opções diversificadas. Como escolher a certa?

Estadão PME,

31 de janeiro de 2014 | 07h04

Ser franqueado tornou-se algo bastante comum nos últimos anos. Mas a grande diversidade de negócios e a característica de cada um também abre um leque de dúvidas ao empreendedor que deseja seguir esse caminho. A última reportagem da série de consultoria online do Sebrae-SP vai falar sobre o mercado de franquias.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A primeira pergunta é feita por Cezar Adriano Carmesini, morador de Barra Bonita, no interior do estado. Ele está interessado em participar do negócio de publicidade em embalagens como sacos de pão, caixas de pizza, e gostaria de pedir dicas sobre como escolher uma boa franquia.

Já Mariana Bortolotti mora na capital paulista, mas deseja se mudar para uma cidade menor e mais tranquila no interior. Ela gostaria de saber que tipo de negócio pode prosperar em uma cidade com essas características.

O Sebrae São Paulo já faz consultorias gratuitamente, seja presencialmente em suas unidades espalhadas pelo estado ou pelo telefone (0800-570-0800). Em 2013, os consultores atenderam 467 mil empresas, além de 210 mil pessoas físicas interessadas em abrir o seu próprio negócio. Para mais informações, acesse o site www.sebraesp.com.br

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PERGUNTA: Sou de Barra Bonita,  e estou muito interessado em começar um negócio de publicidade em sacos de pães, caixas de pizza, sacolinhas de plástico, etc.  Vi algo sobre franquias do ramo e gostaria de saber mais sobre o negócio. Aqui na região ainda não vi tal negócio!

Resposta: O ramo de franquias está expandindo muitono Brasil, acompanhando a ascensão da nova classe média. Mas, como qualquer negócio, requer alguns cuidados antes de se fazer o investimento.

Uma franquia vende um modelo de sucesso, testado e validado pelo mercado. Para isso, é necessário que tenha algum tempo de existência para poder mapear eventuais deficiências e o idealizador faça os ajustes adequados.

Além disso, é importante que haja uma padronização de processos e de produtos. Também é preciso verificar o investimento, a margem de retorno, o tempo para se atingir o ponto de equilíbrio e como será feita a remuneração da franqueadora.

O suporte que ela oferece ao franqueado, incluindo treinamento, material de divulgação, consultorias de acompanhamento também deve ser avaliado.

O candidato a franqueado deve fazer uma profunda auto avaliação para verificar se tem o perfil adequado. De modo geral, o empresário monta uma empresa para ser dono do próprio nariz e ter autonomia para tomar decisões. Nesse caso a "liberdade" é limitada pelo modelo de negócios definido pelo franqueador.

Crédito: Marcelo Sinelli, consultor do Sebrae-SP

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PERGUNTA: Olá, moro em São Paulo e tenho interesse em abrir uma franquia no interior do estado, numa cidade pequena com boa qualidade de vida. Qual o tipo de franquia tem tido mais sucesso em cidades menores?

Resposta: Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), os setores que mais cresceram em 2013 foram Alimentação Especializada, Alimentação Fast Food, Saúde e Beleza, Negócios e serviços, Educação e treinamento e Acessórios pessoais. Embora estes segmentos tenham tido as maiores taxas de crescimento, não significa que basta entrar neles para que o negócio, automaticamente, tenha sucesso garantido.

Há regras que ajudam a definir o êxito de um negócio em cidades de pequeno porte, seja um negócio independente ou uma franquia. São elas: análise de mercado - ajuda a verificar a quantidade de pessoas por sexo, faixa etária, classe socioeconômica, classe sociocultural e hábitos de consumo; estudar o setor e certificar-se dos valores disponíveis para consumo ao mês do seu produto; e a análise da concorrência para mapear o número de concorrentes diretos e indiretos existentes na cidade.

Além disso, é preciso descobrir quais são os pontos fortes e fracos do empreendimento e fazer um plano de negócio para responder as questões:

 - Quem é o comprador de meu produto?

 - Existe em quantidade necessária para viabilizar meu negócio?

 -  É possível vender os produtos por preços comercialmente viáveis? Meu projeto é lucrativo?

Também é importante realizar uma investigação da franquia por meio da Lei n.8.955, de 15 de dezembro de 1994. -, além de fazer uma investigação pessoal para descobrir se tem o perfil para ser ou não um franqueado.

Crédito: José Carmo Vieira, consultor do Sebrae-SP

SERVIÇO

Feira do Empreendedor

Local: Expo Center Norte - Pavilhão Verde, São Paulo

Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme

Data: de 22 a 25 de fevereiro

Sábado e domingo: 10h às 21h

Segunda e terça-feira: 13h às 21h

Entrada franca

Inscrições no site: feiradoempreendedor.sebraesp.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.