Divulgação
Divulgação

Conheça a pequena empresa de chocolate gourmet que faz produto até com sal do mar

Proposta do negócio e embalagens 'deliciosas' também fazem do negócio um sucesso...até para o Phoenix

DANIEL FERNANDES, ESTADÃO PME,

21 de abril de 2014 | 13h59

 O chocolate gourmet está engatinhando no Brasil. Pelo menos, é isso que podemos concluir ao olharmos, ainda que superficialmente, a história da Mast Brother. Trata-se de uma pequena empresa de Nova York (do Brooklyn!!!!) especializada em barras de chocolate artesanais.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Ainda que talvez o detalhe mais interessante da trajetória dos proprietários - Rick e Michael Mast - seja o fato de que eles abriram a empresa em uma antiga fábrica no bairro, a dupla é muito conhecida em Nova York porque são adorados pela banda de indie rock Phoenix e porque produzem um chocolate em cuja composição aparece sal do mar...

Mas há outros fatos interessantes sobre eles que podem ajudar empreendedores brasileiros. A fabricação dos chocolates é artesanal, mas as embalagens são um caso interessante. Elas também são feitas com todo cuidado, com desenho e texturas únicos. Tudo para reforçar a mensagem principal: os chocolates não são industrializados.

Há outra informação interessante. Também nesse sentido. Todo o ano a linha de produtos e suas embalagens é modificada. A empresa vive das novidades gourmet que oferece aos consumidores, portanto, nada mais inteligente.

Em recente entrevista ao site bon appétit, Rick Mast respondeu da seguinte forma a questão de terem iniciados em 2006 a empresa e, por isso mesmo, estarem na vanguarda do gourmet. "Nós podíamos sentir isso. As pessoas estavam entusiasmadas com o que estávamos fazendo. Elas estavam famintas por mais, e mais e mais..."

Como se vê, chegar antes é importante. Mas manter-se relevante, muito mais...

Tudo o que sabemos sobre:
GOURMET

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.