Divulgação
Divulgação

Confira os projetos que arrecadaram milhões em sites de financiamento coletivo dos EUA

Lista tem vídeo game, filme de comédia e cooler com triturador de gelo

Estadão PME,

05 de setembro de 2014 | 07h30

 Fazer uma campanha bem sucedida em plataforma de financiamento colaborativo pode não ser exatamente  uma coisa simples. Mas alguns casos mostram que fazer a conexão direta entre desenvolvedores e potenciais usuários pode dar mais do que certo. Aqui está a lista dos cinco projetos que receberam mais dinheiro de seus colaboradores do kickstarter e do indiegogo.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Kickstarter

1. Coolest Cooler: o cooler que é ao mesmo tempo um triturador de gelo, uma caixa de som com entrada USB, um porta copo e talheres e algumas outras funções conseguiu nada menos do que US$ 13,3 milhões de 62.642 colaboradores. A façanha de conseguir um financiamento 2,6 mil vezes maior do que o pedido inicialmente fez os desenvolvedores de Portland chegar ao topo da lista do kickstarter, que há dois anos estava com o agora segundo lugar da lista.

2.  Peeble: o relógio customizável que funciona aplicativos de esportes e fitness e interage com o seu smartphone, seja ele Android ou iPhone, conseguiu a incrível façanha de arrecadar US$ 10,2 milhões de dólares em 2012, ou mais de mil vezes o valor pedido inicialmente. A ideia era tão boa que a empresa do CEO Eric Migicovsky vendeu 400 mil relógios Peeble no seu primeiro ano.

3. Ouya: um vídeo game criado para concorrer com as gigantes Sony, Microsoft e Nintendo. Como fazer isso? A sacada dos criadores do Ouya foi utilizar a plataforma Android, do Google, para baratear os custos e chegar ao mercado de cara com uma imensa biblioteca de jogos. A ideia, embora não tenha se comprovado como a revolução que parecia ser, foi atrativa o suficiente para arrecadar US$ 8,6 milhões, ou 90 vezes o que foi pedido inicialmente.


Indiegogo

1. Stone Groundbreaking Collaborations: o primeiro lugar do indiegogo é também quase uma trapaceada no sistema. A Stone Brewing, uma cervejaria americana, queria conseguir fundos para abrir uma nova planta na Alemanha, e decidiu fazer uma campanha para conseguir os fundos para isso. Os fundadores da cervejaria então chamaram diversos colegas cervejeiros e lançaram uma coleção de cervejas especialmente para esse fim. A campanha, que tinha menos de um mês de duração e queria arrecadar US$ 1 milhão, acabou com US$ 2,5 milhões a mais. 

2. Lazer Team: um conhecido site de entretenimento norte-americano, o Rooster Teeth, que produz suas próprias séries e cujos vídeos tem mais de 3 bilhões de visualizações no youtube, pediu ajuda de seus fãs para produzir seu primeiro filme de comédia sobre uma invasão alienígena. A equipe do Rooster conseguiu bater a meta de US$ 650 mil em apenas 11 horas, e o filme acabou com uma arrecadação total de US$ 2,5 milhões.

3. Gosnell: uma equipe de jornalistas e cineastas montou uma campanha no indiegogo para produzir um filme sobre Kermit Gosnell, um médico que comandava uma clínica de aborto na Filadélfia. Ele foi condenado em 2013 pela morte de dois bebês que  nasceram vivos, além de 21 outros que tinha mais de 24 semanas, o que é considerado ilegal no Estado. em sua campanha, a equipe afirmou que os estúdios de Hollywood não se interessaram pelo projeto. A meta de US$ 2,2 milhões foi alcançada até o fim da campanha, que durou menos de dois meses.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.