Reprodução
Reprodução

Confira cinco ideias inovadoras que foram destaques em 2013

Lista tem de mochila com LED para ciclistas a garrafa que transforma água de torneira em potável

Estadão PME,

04 de janeiro de 2014 | 09h00

De mochila com lâmpada sinalizadora de LED para ciclistas ao chuveiro que recicla a água do banho, tornando-a apta para o consumo. Neste ano, a lista de inovações que ganhou destaque no portal Estadão PME está repleta de boas ideias.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

As inovações são formas de mostrar que o empreendedor pode encontrar alternativas interessantes em problemas do dia a dia. A garrafa que promete transformar a água comum da torneira em produto com as propriedades de uma nascente na montanha, por exemplo, foi desenvolvida por uma startup britânica e, neste momento, está em busca de verba para o projeto em um site de financiamento coletivo.

"Às vezes, o empreendedor está tão preocupado em descobrir alguma coisa genial, muito complexa e acaba não enxergando uma simplicidade, uma solução para a vida das pessoas. Não precisa criar algo complexo para criar inovação e criar um case de sucesso. Ideias extremamente simples, como a maioria das ideias inovadoras, se tornam mudanças significativas de mercado", destaca o coordenador do curso de graduação em Administração da Fiap, Cláudio Carvajal Júnior.

Mochila com luz LED ajuda ciclistas

O designer Lee Myungsu, de Seul, na Coreia do Sul, desenvolveu uma mochila que amplia a visibilidade de um ciclista nas ruas. O objetivo do dispositivo é manter os pilotos mais seguros em ambientes urbanos. O produto usa LEDs programáveis, que enviam mensagens a quem está atrás da bike.

Quem está na bicicleta pode escolher e acionar o sinal, como indicador de que vai virar à esquerda ou à direita ou aviso de 'pare'. A opção é feita por meio de um controle remoto que fica preso no guidão. 

Smartphone avisa em caso de acidente

A espanhola Electric Mobility Company criou uma scooter capaz de avisar, imediatamente, pessoas selecionadas pelo próprio condutor em caso de acidente. Para isso, a empresa usa o smartphone do motociclista, segundo informações do site Springwise. 

Mas o empreendimento espanhol não é o único a pensar nesse tipo de solução. A ICEdot criou um sensor, instalado em qualquer capacete, que ao perceber um movimento brusco - algo comum em qualquer acidente -, faz uma comunicação de emergência às pessoas previamente selecionadas pelo cliente.

Chuveiro recicla água do banho

E se você pudesse reciclar a água do chuveiro, enquanto toma banho, e ainda por cima reduzir o consumo de energia? A ideia - o sonho, talvez - não é nova. Mas uma pequena empresa da Suécia parece ter encontrado a solução ao desenvolver um chuveiro capaz de realizar exatamente essa proposta. E sem obrigar ninguém a reformar o banheiro para usar a inovação.

A empresa se chama Orbital System e promete que a reciclagem transforma a água usada no chuveiro com qualidade até para ser bebida. Com o uso do aparelho, garante o fundador da empresa, o consumidor usa apenas dez litros de água para um banho de dez minutos - um banho 'comum' no mesmo tempo consumiria 150 litros.

Garrafa transforma água de torneira em potável

Ganhar dinheiro com água não é novidade para os coreanos da Puri, que lançaram um filtro portátil para transformar a água do mar em potável, tampouco para a brasileira Sferriê, que descobriu no quintal de um laticínio paranaense uma fonte rara com alta concentração de vanádio, mineral com características medicinais. Mas uma startup britânica tem chamado atenção ao desenvolver um produto que recria, dentro de uma garrafa, as propriedades de uma nascente de água nas montanhas.

A NKD Aqua parece com uma desses garrafinha de academia. Contudo, acoplado à sua tampa há um sistema com carvão ativado de coco, materiais vulcânicos e um filtro que, segundo a empresa, "sobrecarrega a água com minerais e eletrólitos assim como ela é encontrada na natureza".

Bicicleta purifica o ar

Uma companhia de design de Bangkok idealizou uma bicicleta capaz de purificar o ar. O resultado somente é possível graças a uma adaptação inventiva que emprega o raio do veículo. O oxigênio poluído passa por dentro do tubo de alumínio da bike e reage com água e a eletricidade gerada por uma bateria de lítio, similar à empregada pelos celulares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.