Daniel Teixeira/AE
Daniel Teixeira/AE

Confiança do consumidor sobe pelo 2º mês seguido

A alta de 3,3% em novembro foi influenciada tanto pela melhora das avaliações sobre o momento atual quanto das expectativas em relação ao futuro

Alessandra Saraiva, Agência Estado,

25 de novembro de 2011 | 12h38

 A confiança do consumidor mostrou saldo positivo pela segunda vez consecutiva. É o que revelou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV) ao divulgar o Índice de Confiança do Consumidor (ICC), que subiu 3,3% em novembro, após subir 0,4% em outubro. Calculado dentro de escala até 200 pontos (quando mais próximo de 200, maior o nível de confiança do consumidor), o ICC acelerou de 115,2 pontos em outubro para 119 pontos em novembro.

A alta foi influenciada tanto pela melhora das avaliações sobre o momento atual quanto das expectativas em relação ao futuro. O Índice da Situação Atual (ISA), um dos dois sub-indicadores componentes do ICC, subiu 5,2% este mês após cair 1,6% em outubro. Já o Índice de Expectativas (IE) avançou 2% em novembro, contra alta de 1,9% no mês passado.

Mas na comparação com novembro do ano passado, o ICC caiu 4,1% este mês. Entretanto, em outubro, o indicador caiu de forma mais intensa nesta comparação (4,5%). O levantamento abrange amostra de mais de 2 mil domicílios, em sete capitais, com entrevistas realizadas entre os dias 31 de outubro a 22 de novembro.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

Tudo o que sabemos sobre:
ConfiançaConsumoConsumidor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.