Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Compradores de moda na internet buscam produtos de qualidade

Atributo de durabilidade foi apontado como mais importante por 37% das pessoas, segundo pesquisa da Quesh

Estadão PME,

15 de julho de 2014 | 08h21

Ter qualidade e durabilidade é o atributo mais importante na hora da compra de artigos de moda na internet. A característica foi apontada por 37% das pessoas, seguida de bom caimento/modelagem com 26%. Ter um preço acessível aparece na terceira posição com 23%. Os dados fazem parte de estudo feito pela plataforma de pesquisa Quesh sobre o comportamento de consumo de artigos de moda/vestuário na internet.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O estudo indica que, apesar dos avanços tecnológicos, ainda existe uma carência de recursos para transmitir esses atributos apontados como os mais importantes pelo consumidor. No entanto, algumas marcas buscam proporcionar uma experiência mais assertiva de compra com diferentes imagens do produto em alta resolução, imagem 360º, vídeo com modelo utilizando o produto, , descrição detalhada da composição da peça, tabela de medidas de diferentes regiões do corpo e dicas de como combinar a peça.

:::LEIA MAIS::

Brechós online apostam em alta costura

Os outros atributos apontados pelos consumidores foram: ter conforto (10%), estar na moda (2%) e ser de uma marca conhecida (2%). O atributo ser produzido no Brasil não recebeu nenhum voto. A pesquisa foi realizada em maio com 1.181 entrevistados de 241 cidades.

Mobilidade. O empresário disposto a investir no setor também precisa ficar atento aos dispositivos móveis. Ao responder a pergunta sobre qual dispositivo é mais utilizado para acessar a internet, 63% das pessoas apontaram o celular. Em seguida, apareceram: notebook (20%), computador desktop (10%) e tablet (7%).

O estudo pontua que não basta para a empresa estar presente no mobile. O empresário precisa planejar uma estratégia que mostre para o usuário as vantagens dele fazer o download do aplicativo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.