Marcio Fernandes/AE
Marcio Fernandes/AE

Comércio segue com faturamento em alta na Região Metropolitana de São Paulo

Pesquisa da Fecomercio e consultoria e-Bit mostra aumento de 5,2% no primeiro semestre em comparação com o mesmo período de 2011

ESTADÃO PME,

16 de agosto de 2012 | 11h15

A desaceleração do consumo ainda não atingiu o comércio varejista da Região Metropolitana de São Paulo. Pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) em parceria com a consultoria e-Bit divulgada nesta quinta-feira, dia 16, mostra que o faturamento do setor acumula alta de 5,2% em 2012.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O resultado do primeiro semestre é 1,9 ponto porcentual maior em relação ao registrado no mesmo período do ano passado. Só em junho, o comércio faturou R$ 13,3 bilhões, um aumento de R$ 1,3 bilhão em comparação com o mesmo mês de 2011. Destaque para os setores de comércio automotivo e supermercados, responsáveis por quase 63% do faturamento adicional.

Na avaliação da assessoria técnica da Fecomercio, as medidas de estímulo fiscal do governo direcionadas para alguns segmentos, como automóveis, ajudaram a sustentar o consumo. Em conjunto com as medidas, a entidade ainda destaca os níveis de emprego, incremento da massa real e expansão da oferta de crédito como responsáveis pelo nível de consumo.

Para a Fecomercio, o tripé renda-crédito-estímulos fiscais deve continuar alavancando o consumo das famílias até o fim do ano dentro de um cenário de manutenção da política de incentivos e taxas de juros em queda. No entanto, o cenário positivo pode ser revertido caso a crise no mercado internacional se agravar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.