Comércio: 74,89% dos empresários pretende contratar nos próximos meses

Índice que mede confiança do setor aponta crescimento na intenção de contratação

Estadão PME,

22 de agosto de 2011 | 14h04

A instabilidade no mercado financeiro não deve influenciar na contratação de funcionários no setor do comércio. De acordo com Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec),  da Fecomercio,  74,89% dos empresários deste segmento afirmam que pretendem aumentar o quadro de empregados. Dos que pretendem contratar,  9,88% querem muito ampliar o total de trabalhadores em suas empresas.

O Icec registrou alta de 4,2%, atingindo 124,3 pontos em uma escala que varia de 0 a 200 na comparação entre junho e julho — acima dos 100 o índice aponta otimismo. A principal explicação para a alta, segundo economistas da Fecomércio,  é a solidez da economia brasileira. De acordo com a instituição, os empresários tendem a fazer uma avaliação do presente mais baseada nos rendimentos de seus negócios do que na economia como um todo e, por isso, a avaliação deles permanece positiva mesmo após a notícia de que o faturamento do comércio no primeiro semestre de 2011 registrou recuo de 0,3%.

O Índice de Expectativa do Empresário do Comércio (Ieec), componente do Icec, apontou elevação de 2,5%, chegando aos 154,8 pontos, enquanto o Índice de Investimento do Empresário do Comércio (Iiec) cresceu  4%, totalizando 108,9 pontos. Os três componentes do Icec mostram que os empresários estão mais otimistas em relação ao segundo semestre deste ano e prevendo vender mais no Natal.

Tudo o que sabemos sobre:
ComércioEmpregoEconomiaVarejo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.