Reprodução
Reprodução

Clientes de café em Paris têm companhia de gatos no local

Confira esse e outros exemplos sobre o que é preciso para inovar nesse segmento

ESTADÃO PME,

26 de setembro de 2013 | 12h44

Popular no Japão, a presença de gatos nos cafés chegou em Paris. O Cafe des Chats abriu as portas este mês com uma dúzia de gatos que moram no local. Uma fila se formou na calçada no dia da inauguração e cerca de 300 pessoas não conseguiram ser atendidas. O local tem reserva até novembro.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

A gerente do local, Margaux Gandelon, disse que o bem-estar do animal é fundamental e que os clientes estão proibidos de submeter os gatos ao estresse. Ainda segundo a gerente, o ronronar dos gatos traz benefícios: o ronronar produz vibrações que aliviam artrite e reumatismo, o que diminui a pressão arterial e batimentos cardíacos.

Os gatos do café foram adotados, tratados, vacinados e esterilizados. Entre eles está Habby, que tem cauda e patas atrofiadas. Além do sucesso desde o primeiro dia de inauguração, o café já conquistou 11 mil fãs em sua página no Facebook.

Outros exemplos. O Estadão PME já publicou outros exemplos de café que inovaram para conquistar clientes. Um deles é um café na Austrália, que no mês de junho, lançou uma campanha para resgatar o romance entre seus clientes. A loja Metro St James tem temática francesa e realizou a promoção "Pay with a kiss" ou "Pague com um beijo". Leia mais aqui.

Já em São Paulo, no Tatuapé, o Saint Decor Café investe no estilo provençal. Mas além das bebidas, doces e salgados, o local vende tudo que está exposto: poltronas, abajur, mesas e até talheres. Leia mais aqui.

Tudo o que sabemos sobre:
gatoscaféParis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.