Divulgação
Divulgação

Cliente que se registra como doador de órgão pode levar para casa roupas de estilistas

Ação na África do Sul pretende salvar mais de 350 mil vidas

ESTADÃO PME,

28 de maio de 2013 | 14h16

 Uma loja de roupas ganhou nas últimas semanas bastante destaque na África do Sul.O local reúne peças dos principais estilistas do País, mas não cobra um centavo dos interessados em adquirir as peças. Basta que eles se registrem como doadores de órgãos. A ação foi criada pela agência Native justamente para incentivar a inscrição dos sul-africanos na Organ Donor Foundation.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

De acordo com o site Springwise, que reúne tendências de negócios ao redor do mundo, a ação pretende garantir a inscrição de 50 mil doadores somente neste ano. De acordo com os dados da entidade que recebe as doações, cada novo doador de órgãos pode salvar até sete vidas. 

"Como a loja tem mais de 500 itens à venda, nós esperamos atingir a meta de salvar mais de 3,5 mil vidas. Isso será um resultado incrível", afirmou ao site Samantha Volschenk, diretora-executiva da Organ Donor Foundation.

Dica PME. A ação desenvolvida na África do Sul apresenta um importante aprendizado para o pequeno empreendedor brasileiro. Engajamento conta pontos com o consumidor. Ao identificar que determinada empresa adota boas práticas, ele fica 'mais simpático' a marca. E isso pode fazer com que ele escolha essa empresa no futuro.

Tudo o que sabemos sobre:
marketingmarca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.