Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Cinco dicas para o empreendedor lucrar alto com a Páscoa

Conselhos são válidos para quem produz ovos de chocolate e para quem apenas revende

ESTADÃO PME,

17 de fevereiro de 2013 | 09h33

Passado o carnaval, a Páscoa começa a ganhar espaço no varejo. Para quem pretende aproveitar a data para aumentar o faturamento, o Estadão PME conversou com o consultor de marketing do Sebrae-SP, Gustavo Carrer, para dar dicas sobre o tema aos empresários.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Dados da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab) mostram que o consumo per capita de chocolate no Brasil é de 2,2 quilos por ano. Há três anos, o brasileiro comia 1,65 quilo. "Em geral, as empresas que lucram com a Páscoa estão relacionadas à alimentação. O ovo é o protagonista, mas as lojas que vendem bacalhau, temperos e vinho também registram alta nas vendas", pontua Carrer.

:: Confira as dicas do consultor ::

Produtos

O empresário precisa planejar a exposição dos produtos na loja. Tradicionalmente, os túneis de ovos são o destaque. Mas o lojista não pode esquecer de aproveitar a vitrine para atrair os consumidores de passagem pela rua ou corredores dos centros comerciais. "Muitos comerciantes de lojas de rua reclamam que o sol é um problema porque derrete o produto. Mas é possível substituir o ovo de chocolate por um ovo de isopor, só para a decoração", aconselha Carrer.

Promoções

O comerciante pode aproveitar a data para fazer promoções, como sorteios e dar descontos. É uma forma do lojista captar cadastros de clientes para utilizar em ações futuras.

Equipe

A época vai gerar muito movimento nas lojas e uma sobrecarga nos funcionários. O dono do estabelecimento pode pensar em campanhas para incentivar os funcionários. Ele pode premiar o funcionário que vender mais ou até estabelecer uma meta para a equipe e avaliar um prêmio coletivo. "Isso faz com que o pessoal fique mais interessado em atender melhor nesse período de grande movimento", diz Carrer.

Produto artesanal

Quem aproveita a época para lucrar com a venda de chocolate artesanal, mas não tem uma loja física, precisa pensar em como vai conquistar clientes. Uma das maneiras de estimular o consumo é fazer uma comunicação dirigida. "Lembro de uma mulher que fabricava ovos só nessa época de Páscoa. Ela mandou amostras de sabores em um dia, ligou no outro para perguntar se o pessoal experimentou o produto e anotar as encomendas", exemplifica Carrer.

Inovação

Os fabricantes artesanais de ovos de chocolate devem investir na inovação do produto. Para isso, ele pode buscar diferenciais em três pontos: sabor, formato e embalagem. "É importante ficar atento aos modismos", alerta Carrer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.