Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Cinco dicas para o comerciante organizar uma liquidação campeã após o Natal

Especialista Plinio de Oliveira Junior indica os caminhos para faturar com o cliente que fugiu das compras de fim de ano

Estadão PME,

04 de janeiro de 2013 | 15h30

No fim do ano, o comerciante vive seus dias de glória na boca do caixa. O período duplica o faturamento do comércio no segundo semestre, segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop). Mas, como tudo que é bom um dia vai acabar, as festas passam e o lojista deve se preparar para dias menos movimentados no ponto de venda.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

É quando o mercado passa a régua no faturamento de final de ano e corre para atender uma demanda que, cada vez mais, começa a ganhar espaço no setor. Trata-se da liquidação de começo de ano, que atrai um perfil de cliente que deseja consumir, mas está atrás de compensações financeiras polpudas.

Para ajudar o empreendedor a faturar com essa “demanda fora de hora”, procuramos o especialista Plinio de Oliveira Junior. Fundador da Improve, consultoria de varejo, ele aponta cinco dicas de como faturar no período. “Não existe uma regra formal para se iniciar as liquidações, isso tem a ver com o giro do estoque”, diz. Acompanhe.

Apure o resultado do fim de ano. Com o término do Natal, o importante é calcular o resultado das vendas o mais rápido possível, porém sem comprometer as análises. Foque na identificação dos produtos que são possíveis de descontos e calcule qual o limite máximo do desconto.

Há clientes atrás de desconto. Tem uma parte dos consumidores que compram presentes após as festas, justamente para aproveitar os descontos. Este é o momento para ganhá-los. Invista na criação de uma promoção especial para esse público, que normalmente tem renda mais limitada.

Aposte no visual. Passada as festas, reorganize sua loja, agora de olho nas promoções. O cliente, mesmo quem busca descontos, está cada vez mais exigente. Ele preza por uma loja de bom gosto.

Organização. Esta é a palavra de ordem para liquidações. Organizar a loja por nível de desconto é essencial. Porém, isso não quer dizer que os produtos que tiverem menor desconto terão menor saída. Gosto é gosto.

Invista no atendimento. O período de liquidação deve ter um atendimento igual ao da véspera de Natal, pois são novos clientes buscando oportunidades e, em muitos casos, a compra passa a ser medida pelo numero de produtos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.