Reuters
Reuters

Cinco bilionários que perderam dinheiro em 2014

Principais motivos para os maus resultados variam de desvalorização de moeda até ataques virtuais

Estadão PME,

18 de dezembro de 2014 | 09h51

A empresa de inteligência de mercado Wealth-X divulgou uma lista contendo os cinco bilionários que mais perderam dinheiro em transações financeiras neste ano, mostrando que até os grandes nomes da economia mundial também cometem equívocos no mercado ou estão suscetíveis às incertezas que envolvem os investimentos de alto risco.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Confira a lista dos cinco magnatas que perderam fortunas em 2014:

Leonid Mikhelson (US$ 7 bilhões)

O magnata da empresa russa de gá Novatek perdeu quase 41% de sua fortuna de US$ 17 bilhões neste ano, sobrando nada menos que US$ 10 bilhões. As perdas resultam de diversos fatores como desvalorização da moeda russa, queda dos preços do petróleo, sanções econômicas impostas sobre a Rússia pelas nações ocidentais e o conflito na Criméia entre russos e ucranianos.

Masayoshi Son (US$ 5,9 bilhões)

Embora ele continue a ser o homem mais rico do Japão, o presidente da empresa SoftBank, líder no segmento de internet e telecomunicações na Ásia, perdeu quase US$ 6 bilhões este ano. As perdas que teve com uma empresa adquirida neste ano, a Sprint, jogou para baixo os lucros globais da companhia.

Lui Chee Woo (US$ 5,5 bilhões)

2014 foi um ano péssimo para os casinos chineses, especialmente para o Galaxy Entertainment Group, que é de Woo. A empresa teve uma queda na receita de 20%.

Jeff Bezos (US$ 5,5 bilhões)

O comandante de uma das maiores empresas de comércio eletrônico viu as ações da companhia caírem este ano 28%. A análise do mercado é de que as perdas cheguem a US$ 40,5 bilhões. Com isso, a fortuna pessoal de Bezos teve um rombo de US$ 5,5 bilhões.

Sheldon Adelson (US$ 5,2 bilhões)

Outro casino que sofreu no mercado neste ano foi o Las Vegas Sands Corporation, de propriedade de Adelson. Além de suas perdas monetárias pessoais, o casino sofreu ataques de hackers em fevereiro, que roubaram senhas e dados de clientes. 

Tudo o que sabemos sobre:
FortunaBilionárioAmazonJeff Bezos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.