Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Casal cria sistema para pechinchar nas compras do supermercado

Disponível na web e em app, "Facilista" quer faturar até R$ 1 milhão em 2014

Renato Oselame, Estadão PME,

26 de junho de 2014 | 12h10

O desejo de economizar nas compras de supermercado levou o casal de professores Leonardo Cioti e Aline Ferreira a empreender. Eles investiram R$ 400 mil do próprio bolso para montar o Facilista, sistema que compara ofertas no varejo. Com a plataforma, os empresários projetam que a invenção deverá gerar R$ 1 milhão em faturamento em 2014.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

As receitas virão de marcas como a Hellmann's, que estão dispostas a pagar para dar destaque ao lançamento de seus produtos ou a divulgar características que os diferenciam dos concorrentes. “Também estamos fechando parcerias com produtos alimentícios, em que a empresa poderá indicar receitas”, acrescenta Cioti.

Apesar disso, o empresário cofundador do Facilista garante que não haverá interferência das marcas na hora da decisão de compra do usuário. “Não iremos induzir o cliente. Quando ele buscar o produto, iremos sempre apresentar todos os mercados e seus preços.” Outro recurso disponível é a última data em que o estabelecimento ofertou determinado preço, para que os usuários tomem como referência na hora de irem às compras.

Disponível na web e em celulares, o Facilista recebeu aporte de R$ 200 mil da Investcomm e pretende se expandir para todo o País até dezembro. Hoje, a rede trabalha com ofertas de 150 mercados em São Paulo e no Rio.

Os planos de expansão já estão em andamento. Cioti conta que o sistema já lista alguns estabelecimentos de outros 12 estados, mas que essas iniciativas ainda são incipientes quando comparadas com os locais onde a plataforma já funciona regularmente.

Tudo o que sabemos sobre:
EstadãoPMEFacilistavarejo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.