Reprodução
Reprodução

Canadense cria um caderno especial que pode ser reutilizado pelo consumidor o quanto quiser

A ideia surgiu em uma aula de empreendedorismo na pós-graduação

Estadão PME,

04 de dezembro de 2013 | 06h40

A ideia de um caderno de anotações reutilizável nasceu em uma aula de MBA de empreendedorismo na Universidade de Ottawa, no Canadá. A proposta do professor era a de que grupos de alunos criassem um negócio que pudesse ser validado em até seis semanas. Foi assim que nasceu o wipebook.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O projeto foi divulgado no site de financiamento coletivo Kickstarter, com objetivo inicial de arrecadar 4 mil dólares canadenses, mas em pouco tempo o resultado surpreendeu. Mais de 1,8 mil apoiadores fizeram aportes e o produto recebeu 85,8 mil dólares canadenses, até o fechamento desta matéria. O produto é comercializado por 25 dólares canadenses a unidade.

Inspirado nos quadros brancos, os empreendedores dizem que desenvolveram um item similar, só que portátil, para uma pessoa usar e levar para qualquer lugar.

A empresa afirma em seu site que tem uma preocupação especial com as matérias-primas que utiliza em seus produtos e que acredita em usar modelos de negócios para inspirar soluções que sejam ambientalmente amigáveis, sustentáveis e divertidas.

:: Assista ao vídeo e conheça mais sobre o produto ::

Tudo o que sabemos sobre:
kickstartersustentabilidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.