CLAYTON DE SOUZA/ESTADÃO
CLAYTON DE SOUZA/ESTADÃO

Campus Party começa hoje em SP com foco em empreendedorismo

Evento vai até domingo que vem no Centro de Exposições do Anhembi, na cidade de São Paulo

Daniel Lisboa, Especial para O Estado de S. Paulo

31 de janeiro de 2017 | 14h34

A Campus Party começou em 2008 com foco quase total em entretenimento e cultura "nerd". Ao longo dos anos, entretanto, o evento passou a assumir um lado mais empreendedor. No encontro deste ano, que começa hoje e vai até o dia 5 de fevereiro, domingo que vem, no Centro de Exposições do Anhembi, em São Paulo, esse posicionamento está ainda mais claro.   

A parceria entre o Sebrae e o Instituto Campus Party será expandida com o atendimento de três mil campuseiros, como são chamados os participantes do evento. Além das ações presenciais, a troca de conhecimento vai se estender também à plataforma campuse.ro, espécie de rede social global da Campus Party que hoje conta com mais de 400 mil usuários cadastrados, sendo 100 mil apenas no Brasil. 

O Sebrae e o Instituto Campus Party já trabalham juntos desde 2011, quando começou o Projeto de Fomento ao Empreendedorismo Digital. O trabalho conjunto é parte dos esforços do Sebrae para modernizar sua imagem junto a um perfil mais jovem de empreendedores. Uma pesquisa realizada na edição de 2012 indicou que, na época, a instituição era vista basicamente como offline e sem conexão com os novos formatos de negócio digital. 

Essa imagem desconectada permanece hoje e a importância de mudá-la fica claro com os resultados de uma pesquisa recente realizada pela instituição, segundo qual 60% dos jovens disseram empregar a internet para planejar e desenvolver uma ideia, 56% para criar e estruturar um negócio e 71% concordam que a web é um ambiente propício para o espírito empreendedor. 

Além do convênio com o Instituto Campus Party, e parcerias pontuais com empresas como Google, Facebook e Microsoft, o Sebrae, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento, também realiza desde 2013 um programa de aceleração com foco em startups, chamado InovAtiva Brasil. De lá para cá, 415 empresas já concluíram o programa, 229 apenas no ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
Campus PartyEmpreendedorismoSebrae

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.