Monica Bento/AE
Monica Bento/AE

Cai pontualidade das pequenas empresas, aponta pesquisa

No mês de setembro, a cada 1.000 pagamentos realizados, 953 foram quitados à vista ou com atraso máximo de sete dias

Estadão PME,

24 de outubro de 2011 | 08h25

A pontualidade de pagamento de contas pelas micro e pequenas empresas brasileiras caiu, aponta estudo da Serasa Experian divulgado na manhã desta segunda-feira (dia 24 de outubro). Mesmo assim, os empreendedores continuam honrando com a maioria de seus compromissos financeiros. De acordo com a pesquisa, a pontualidade e pagamentos atingiu 95,3% do total. Ou seja: a cada 1.000 pagamentos realizados, 953 foram quitados à vista ou com atraso de no máximo sete dias, o que não configura inadimplência. O problema é que na comparação com setembro do ano passado, houve pequena redução de 0,2 ponto porcentual na pontualidade. Trata-se da sétima queda consecutiva do indicador na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

O setor comercial apresenta os maiores níveis de pontualidade de pagamentos. Em setembro, atingiu o patamar de 95,7% -o maior de toda a série histórica. No setor de serviços, a pontualidade foi de 94,8% e, na indústria, ficou em 94,7%. Na verdade, são as quedas anuais na pontualidade de pagamentos das empresas industriais que estão puxando para baixo o índice geral. Os problemas no cenário externo e o câmbio valorizado têm prejudicado o desempenho das empresas exportadoras, que estão principalmente no setor industrial.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

O valor médio dos pagamentos efetuados pontualmente pelas micro e pequenas empresas durante o mês de setembro foi de R$ 1.717,32, o que representa um aumento de 1,4% em relação a agosto. No acumulado dos primeiros nove meses de 2011, em relação ao mesmo período do ano passado, o valor médio dos pagamentos pontuais subiu 8,5% (R$ 1.614,96 contra R$ 1.488,18), com altas de 8,1% no setor de comércio, 5,1% no setor industrial e de 20,5% nas empresas do setor de serviços.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.