Divulgação
Divulgação

Brasileiro desenvolve simulador de voo 100% nacional e faz sucesso na Campus Party

Produto, ainda produzido em escala artesanal, tem um diferencial importante: é mais barato em relação aos modelos disponíveis

ESTADÃO PME,

09 de fevereiro de 2012 | 12h14

 Um jovem de 27 anos do interior de São Paulo está fazendo bastante sucesso com seu produto: um simulador de voo com tecnologia 100% brasileira. A principal vantagem da engenhoca desenvolvida por João Pagotto, que participa da atual edição da Campus Party, é a redução de custos envolvidos no processo de montagem do simulador.

::: Siga o Estadão PME :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + :: 

"Normalmente, os Estados Unidos e a França produzem esse aparelho. Com o modelo nacional, o preço cai em torno de 50%", afirmou Pagotto. De acordo com ele, o simulador custa em torno de R$ 60 mil. Ele consegue vender o produto para pilotos e aeroclubes, mas no futuro pretende conquistar um mercado maior.

"Ainda não tenho uma empresa, pois a produção é artesanal. Construir um simulador não é como fazer uma cadeira. Há muitos detalhes. Quero em alguns anos fabricar num ritmo mais intenso e fazer com que meu trabalho vire referência", afirmou o empreendedor.

Próximos passos

O simulador apresentado na Campus Party por João corresponde ao modelo Cessna C208 e é fruto de três protótipos desenvolvidos pelo empreendedor. Para abandonar o sistema artesanal, entretanto, e passar a produzir o simulador em escala comercial, João precisa de uma homologação concedida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). "Com essa homologação, o uso do simulador contará como horas de voos. Hoje, ele só pode ser usado para treinamento", afirmou.

Empreendedora

A atual edição da Campus Party  pretende aproximar a tecnologia, o desenvolvimento de soluções inovadoras, com a constituição de uma empresa. A prova disso fica por conta de diversos eventos voltados ao empreendedorismo e que ocorrem no local.

Para quem não conseguiu ingressos, esgotados desde o fim do ano passado, é possível acompanhar tudo que ocorre no evento por meio da transmissão ao vivo que é feita pelos organizadores do evento. >> Confira aqui

Tudo o que sabemos sobre:
inovaçãoCampus Partysimuladorvoo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.