JF Diorio/AE
JF Diorio/AE

Banco do Brasil reduz juros e cria cheque especial com taxa única para pequenas empresas

Taxa do cheque especial para a pessoa jurídica caiu de 9,13% para 3,94%, uma redução de 56,8%

Estadão PME,

09 de maio de 2012 | 11h14

 O Banco do Brasil anunciou nesta quarta-feira (09) medidas para ampliar o crédito às micro e pequenas empresas. Os ajustes previstos devem impactar na reduções de taxas juros, concessão de carência para pagamento de parcelas de empréstimos e taxas especiais para as empresas que anteciparem suas vendas do Dia das Mães. As medidas  fazem parte do programa Bompratodos.

De acordo com comunicado da instituição bancária, no cheque especial foi implementado uma significativa redução de juros: a taxa passou de 9,13% para 3,94% ao mês, redução de 56,8%. Os novos juros são para todos os clientes que aderirem à Assessoria Financeira Pessoa Jurídica, serviço que monitora a utilização do cheque especial e do cartão de crédito empresarial.  O Banco do Brasil  também reduziu juros de duas linhas de capital de giro. A taxa mínima da modalidade BNDES Capital de Giro Progeren passou de 0,96% ao mês para 0,89% ao mês. Já na linha BB Capital de Giro Mix Pasep, a taxa mínima sofreu uma redução de 53%, passando de 2,14% para 0,99%.

::: Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Além das novas reduções, há outras medidas para ampliar e facilitar o acesso ao crédito para o pequeno empresário. Durante o mês de maio, as micro e pequenas empresas poderão participar de uma promoção para antecipar os valores das vendas do Dia das Mães. Na operação são aceitos cheques pré-datados, duplicatas ou cartões de crédito que são convertidos em capital de giro com juros a partir de 1% ao mês, ante uma taxa média de 1,3% ao mês. Já os clientes com operações nas duas principais linhas de capital de giro do BB contarão com carência no pagamento de até três parcelas nas novas liberações de crédito.

 

Foi prorrogado, até o final de junho, as condições especiais de taxa e prazo para os clientes que contratarem empréstimos para liquidar suas operações em outras instituições financeiras. Neste período, as taxas são de partir de 0,89% ao mês e prazo de pagamento de até 60 meses, contando inclusive com carência de até seis meses para pagar a primeira parcela da operação.

Tudo o que sabemos sobre:
EconomiaFinanciamentoCrédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.