Apple lidera por 2 anos seguidos

Apple lidera por 2 anos seguidos

Marca garante, de novo, o lugar mais alto na lista de satisfação

Gabriel Navajas, Especial para o Estado

30 de julho de 2018 | 22h44

A Apple continua soberana na liderança da categoria, com 94 pontos, e novamente obteve o mais alto índice de satisfação da Escolha PME, com um ponto a menos em relação ao ano passado. Se na pesquisa de 2017 era a Samsung que mais se aproximava da primeira colocada, neste ano a LG vem em segundo lugar, com 75 pontos, 4 acima da terceira posição, ocupada pela Motorola.

De longe, o que pequenos e médios empresários mais valorizam em aparelhos de celular são produtos e serviços, com porcentual ainda maior do que no ano passado. A alta foi de 69% para 80%.

É justamente na busca pela excelência de seus telefones que a segunda colocada procura se diferenciar. “A LG tem buscado tratar muito bem o serviço de pós-venda e a qualidade dos produtos. Temos feito esforços como desenvolver uma equipe que trabalha o produto e o plano da operadora, para dar mais vantagens ao cliente”, afirma Renato Cechetti, gerente de Produto de Celulares da companhia.

Para LG, seu diferencial é durabilidade

A sul-coreana LG tem um diferencial que vem garantindo cada vez mais destaque para seus aparelhos móveis e se reflete também no segmento de pequenas e médias empresas, segundo o gerente de Produto de Celulares da companhia, Renato Cechetti. Trata-se da durabilidade dos produtos. Em 2018, a LG aparece na segunda colocação no ranking de satisfação de a parelho de celular, com 75 pontos.

“Submetemos alguns modelos a um padrão de teste militar norte-americano. Testamos até 14 tipos de padrões de resistência. São níveis rigorosos de durabilidade”, diz Cechetti. “Ter produtos resistentes é um apelo da marca, e essa qualidade é o que interessa às empresas. Temos aparelhos resistentes a água e poeira.”

Ele afirma que, como o portfólio da LG é bastante amplo, consegue atender diferentes tipos de necessidade. “Alguns produtos, criados para oferecer bom custo-benefício, conseguem atender o cliente (pequeno e médio empresário) que busca um preço melhor, mantendo sempre o diferencial bem forte da LG, que é a alta durabilidade”, afirma Cechetti. Embora sem citar números, o executivo diz que percebeu crescimento no setor.

Loja online dedicada aos pequenos

A Motorola investe em novos canais de venda de celulares por pequenos e médios empresários. “Temos parcerias com grandes distribuidores e integradores. Criamos, há mais de um ano, uma loja online corporativa, um e-commerce dedicado ao segmento PME”, conta James Mattos, gerente de Vendas Corporativas da Motorola. Com 71 pontos, a empresa manteve a terceira posição.

“A ideia é oferecer smartphones às PMEs sem burocracia ou intermediário. Elas podem comprar por meio de cartão e boleto. Atendemos todo o Brasil, com garantia de segurança e entrega, como se fosse na loja”, diz Mattos.

Em objeto de desejo, a Motorola subiu uma posição neste ano em relação à pesquisa feita em 2017 e está em segundo (18%). A Samsung, com 42%, encabeça a lista mais uma vez, embora esteja em quarto lugar em satisfação, com 68 pontos, 12 a menos do que em 2017.

Willian Comar, gerente de Produtos da divisão de B2B em dispositivos móveis da Samsung, diz que a empresa atua de forma sólida para crescer. “Fazemos este trabalho em duas vertentes: a emocional, em que mostramos os valores da marca, e o tangível, por meio das nossas inovações.”

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.