Reprodução Vídeo
Reprodução Vídeo

Aplicativo une voluntários para descrever imagens para deficientes visuais

Usuário tira a foto e as pessoas podem descrever imagem

ESTADÃO PME,

25 de outubro de 2013 | 12h50

Dentro do conceito de colaboração, um aplicativo desenvolvido em Cingapura quer ajudar deficientes visuais. A ferramenta pode ser baixada por usuários de smartphones com deficiência. Quando eles quiserem saber detalhes do objeto ou da paisagem a sua frente, é só tirar uma foto e enviar via aplicativo. A imagem é transmitida para voluntários que fazem uma breve descrição da foto.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

O texto é enviado de volta para o usuário, que pode usar um software que lê o texto em voz alta. De acordo com o site Springwise, responsável por encontrar negócios inovadores ao redor do mundo, o aplicativo se chama MySmartEye e foi desenvolvido pela empresa de telecomunicações TMN para a associação de deficientes visuais de Cingapura. O MySmartEye pode ser baixado sem custos na App Store e Google Play.

Recentemente dois negócios voltados para portadores de deficiência visual foram mostrados no Estadão PME. O primeiro é um livro que combina texto regular e braile. A ideia é fazer com que crianças que enxergam possa ler o livro com crianças com deficiência ao invés de ter uma leitura separada.

O outro produto é um relógio. Diferentemente dos relógios que 'falam' a hora, o Bradley é feito com rolamentos de esferas metálicas que indicam a hora certa. Leia mais aqui.

:: Veja um vídeo sobre o MySmartEye ::

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.