Divulgação
Divulgação

Alimentação saudável oferece oportunidades para empresas

Para conquistar espaço no setor, é preciso apostar em serviços diferenciados

Carolina Dall'Olio, do Estadão PME,

14 de novembro de 2011 | 06h44

 O setor de alimentação sempre ofereceu muitas oportunidades para as pequenas e médias empresas. Mas um ramo específico desse mercado se mostra agora particularmente interessante: o de produtos naturais. Em busca de qualidade de vida e bem estar, muitos consumidores têm abandonado o fast food e adotado a alimentação saudável como um estilo de vida.

Um estudo do instituto de pesquisa Euromonitor comprova esta tendência. De acordo com o levantamento, as vendas de alimentos saudáveis no país passaram de US$ 6,26 bilhões em 2005 para US$ 14,8 bilhões em 2010, o que representa um crescimento de 136%. No mesmo período, o segmento de alimentos em geral cresceu 44%.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook :: 

Nas praças de alimentação de shoppings center, a mudança é notável. Hamburguerias e outras redes de fast food agora disputam espaço com restaurantes japoneses e marcas que têm as saladas como principal item do cardápio. Até mesmo redes estrangeiras especializadas em culinária saudável, como a Salad Creations, já desembarcaram no Brasil.

Para conquistar um espaço em um mercado que já está na mira das grandes empresas, os pequenos negócios podem se diferenciar ao apostar na oferta de serviços customizados.  O empresário Raimundo Lima Junior seguiu esta receita.

Ele é o criador do site Dieta Bistrô, que entrega comida saudável em domicílio. No site, o consumidor pode escolher entre seis tipos de dietas: balanceada, vegetariana, kosher, celíaca, low carb ou de baixo índice glicêmico. Não há nada congelado: os produtos são embalados a vácuo. “Também não quis criar pratos sem graça, sem sabor. Nossas receitas são bastante elaboradas, para acabar com a imagem de que comida saudável não tem graça”, avisa Lima Junior.

A ideia de criar o site partiu de uma necessidade do próprio empresário. Quando decidiu fazer uma dieta, percebeu que era difícil encontrar soluções práticas que não o fizessem escapar do regime. Também percebeu que não havia muitas opções no mercado para atender pessoas que optam por uma dieta específica, como os diabéticos ou celíacos. “Pesquisei os mercados europeu e norte-americano e me inspirei em empresas de lá para criar a Dieta Bistrô.”

Inaugurado há um mês, o site já conquistou clientes fixos. “São desde pessoas que querem seguir uma dieta mais rigorosa até outras que simplesmente acham a solução prática e saudável”, conta Lima Junior.

A empresa também já foi contatada por nutricionistas interessados em indicar seus serviços aos pacientes. “Este é o tipo de coisa que só acontece quando o mercado ainda não foi explorado”, comenta o empresário, que agora pretende fazer um trabalho ativo de divulgação de seus serviços junto a nutricionistas.

O setor de alimentação saudável ainda mostra que tem potencial para crescer bastante. A Euromonitor também estima que o mercado fature US$ 21 bilhões no Brasil até 2015.

:::LEIA TAMBÉM:::

:: Saiba quanto custa abrir uma franquia no setor de alimentação ::

:: Esfiha Juventus se prepara para fazer ainda mais sucesso ::

:: Alimentação balanceada ajuda a melhorar desempenho no trabalho ::

:: Fast food saudável é a receita da Seletti para ganhar espaço no mercado ::

:: QUIZ: você se alimenta corretamente? ::

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.