Abimaq mantém expectativa de crescer 20% em receita

Cenário de crise internacional não mudou avaliação da associação

ANA CONCEIÇÃO, Agência Estado,

08 de agosto de 2011 | 20h07

A indústria brasileira de implementos agrícolas mantém a previsão de aumento de 15% a 20% no faturamento em 2011, sobre os R$ 7,4 bilhões em 2010, disse hoje César Casale, presidente da Câmara Setorial da Indústria de Implementos e Máquinas Agrícolas da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas (Abimaq).

"O cenário de crise internacional não muda nossa avaliação. As vendas estão, inclusive, maiores que esses porcentuais. Mas considerando que podemos ter uma desaceleração neste segundo semestre, mantivemos nossa previsão", disse. O segmento de implementos envolve equipamentos como plantadeiras, pulverizadores, máquinas para preparo de solo, etc.

Casale espera para 2012 a implementação de taxas de juros diferenciadas para a aquisição de implementos dentro do Programa Moderfrota. A câmara pede taxa de 3,5% ao ano para o pequeno produtor, 4,5% para médios e 6,5% para grandes.

Tudo o que sabemos sobre:
IndústriaBalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.