Máquina empresa iPad por até quatro horas
Máquina empresa iPad por até quatro horas

A moda agora nos Estados Unidos é a máquina que empresta iPad de forma automática

Na Universidade de Drexel, estudantes retiram dispositivos gratuitamente por um período

Estadão PME,

26 de abril de 2015 | 07h00

Esqueça as máquinas automáticas de refrigerantes, chips ou outros alimentos pouco saudáveis. Depois dos livros, chega a vez dos iPads ocuparem esses espaços, como já acontece na Free Library of Philadelphia, em uma ação que conta com a parceria da Drexel University. Por lá, estudantes e residentes podem pegar iPads emprestados em máquinas que usam a mesma lógica dos snacks.

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Um teste com MacBooks já havia sido feito na mesma universidade, que permitia aos alunos ficarem com o equipamento por até 24 horas.  Agora, seus quiosques foram adaptados para permitir que os usuários retirem e devolvam iPads equipados com aplicativos úteis, por um período máximo de quatro horas. Para tanto, basta passar o cartão de estudante da universidade ou da biblioteca e o dispositivo é liberado.

Os aplicativos inclusos consistem em ferramentas escolhidas para auxiliar com alfabetização digital para todas as idades. Os usuários podem baixar qualquer software adicional que necessitarem e todos os dados são apagados automaticamente quando o dispositivo retorna para a biblioteca, explica o portal Springwise, especializado em captar inovações e tendências ao redor do mundo.


 

Tudo o que sabemos sobre:
BibliotecaiPad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.