Divulgação
Divulgação

A história do robô que voa como um pássaro, paira no ar como um inseto e se chama libélula

Negócio arrecadou R$ 2,5 milhões em site de financiamento coletivo, mas um ano depois como está a empresa?

ESTADÃO PME,

12 de dezembro de 2013 | 13h49

 A campanha de financiamento coletivo no site Indiegogo que mais chamou a atenção em 2012 foi a idealizada pela empresa TechJect. Não é para menos. O empreendimento criou uma libélula capaz de voar como um pássaro e pairar no ar como o inseto. Os desenvolvedores do negócio pediam, na época, US$ 110 mil de apoiadores anônimos. Receberam US$ 1,1 milhão (R$ 2,5 milhões).

::: Siga o Estadão PME nas redes sociais :::

:: Twitter ::

:: Facebook ::

:: Google + ::

Mas um ano depois, vale lembrar que a campanha se encerrou em dezembro do ano passado, como está a empresa e seus criadores? Ainda na batalha para transformar o produto em um sucesso de vendas. E isso não tem sido fácil.

A libélula se chama Dragonfly (libélula, em inglês) e sua aplicação não é como um brinquedo. Se fosse, aí poderia estar a solução financeira do negócio. De acordo com o site da companhia, a finalidade da libélula é ser usada como coletora de informações do meio-ambiente, servir de suporte para registrar fotografias e...espionar pessoas e servir até como segurança de uma residência.

A história particular da TechJect resume-se como um caso de aprendizado para pequenos empreendedores. A principal lição é que um negócio, por mais popular e promissor que possa parecer, demanda dedicação gigantesca dos empreendedores para tornar a proposta realmente eficiente. Do contrário, de nada adiantará arrecadar milhões na internet.

::: LEIA TAMBÉM :::

Um aplicativo para você provar aos seus filhos que o Papai Noel de fato existe

Software ajuda polícia a monitorar atuação das quadrilhas em redes sociais

Dispositivo permite ao consumidor pedir pelo drive thru e pagar como pedágio

Venda de maconha para fins recreativos cria fila de empreendedores

Perdeu alguma coisa? Dispositivo coloca seus amigos para procurar o objeto

Empresa cria aparelho que permite a pessoa com deficiência grave voltar a andar

Se interessou pela libélula, veja o robô em ação.

Tudo o que sabemos sobre:
inovarinovação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.