As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Incubadora de franquias

Carolina Dallolio

28 de julho de 2011 | 23h00

O Brasil tem cerca de 500 incubadoras de empresas, segundo o Sebrae. São espaços em que negócios recém-nascidos recebem diversos tipos de apoio (em gestão, marketing, capacitação, etc), até que estejam mais fortes para disputar espaço no mercado. A novidade é que agora, graças a uma parceria do Sebrae com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o País passa a ter uma incubadora de franquias.

Por enquanto, a iniciativa se resume a um projeto piloto, que resultou na criação de duas redes: a clínica de estética Welness, de São José do Rio Preto e o restaurante Sobá, de Campo Grande. As empresas receberam apoio para estruturação, padronização, formatação de manuais, documentação jurídica, projeto de marketing, treinamento e tudo o que é necessário para formatar uma rede de franquias. O trabalho foi realizado com recursos do Sebrae, apoio técnico da ABF e consultoria da empresa Praxis, especializada em formatação de redes franquias.

“O objetivo da ABF é estender essa iniciativa e apoiar cada vez mais as pequenas empresas”, promete o diretor executivo da entidade, Ricardo Camargo. A expansão de negócios por meio do sistema de franchising tem se popularizado no Brasil. Uma das principais vantagens do sistema é crescer com o capital de terceiros. Em 2010, por exemplo, surgiram 280 novas redes no País.

Quem tem interesse em contar com o apoio de uma incubadora para transformar seu negócio em uma rede pode obter mais informações no site Sebrae.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: