As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Franquia grega tem peixes que comem cutícula

Carolina Dallolio

23 de setembro de 2011 | 16h06

 Em vez de encarar a manicure, que tal colocar seus pés ou suas mãos em um aquário cheio de peixinhos que literalmente comem a sua cutícula e ainda ajudam a melhorar a circulação? Na Grécia, milhares de turistas lotam os foot spas do gênero para experimentar o método. Eu confesso que não tive coragem. Mas a julgar pelas filas nas portas das unidades das franquias Doctor Fish e Fish me, o negócio realmente funciona.

Pedicure no Fish Me

Os gregos, na verdade, copiaram seus vizinhos turcos – os verdadeiros inventores desse método. O tratamento depende 100% da ajuda de um tipo específico de peixe: o Garra Rufa. Os turcos descobriram que esse peixinho, comum na região, adora se alimentar de células mortas da nossa pele. Dizem também que os bichinhos conseguem estimular pontos estratégicos dos nossos pés e mãos, regulando o sistema nervoso e provocando a sensação de relaxamento.

Para passar 15 minutos com os Garra Rufa mordendo seus pés, os turistas gastavam 15 euros. Para 30 minutos, 20 euros. Não faltou quem pagasse. Os peixinhos trabalham o dia todo para dar lucro aos franqueados, mas vão dormir de barriga cheia. Sem dúvida, foi o modelo de franquia mais inusitado que eu já vi na vida. E você, conhece algum negócio do gênero no Brasil? Ou outro exemplo curioso de franquia? Conte para nós.

PS: Como vocês puderam notar, eu estava em férias e esqueci de avisá-los. Mil desculpas. A partir de agora o blog volta a ser atualizado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.