As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Inove, mas sempre entregue o que prometeu ao cliente

Daniel Fernandes

05 de agosto de 2011 | 18h00

O rapper paulistano Emicida adotou uma estratégia diferente para o lançamento do seu novo disco: Doozicabraba e a Revolução Silenciosa. O álbum está disponível para download gratuito desde que o interessado permita que o cantor faça um post em seu twitter divulgando o trabalho musical.

Mas os nossos leitores devem estar se perguntando: o que isso tem a ver com um blog sobre inovação? O que isso tem a ver com um site sobre pequenos e médios negócios?

Tudo, me adianto em responder.

Acontece que trata-se de uma ideia inovadora que pode muito bem ser aplicada em qualquer tipo de empreendimento. Vale lembrar que a indústria musical, no Brasil e no mundo, questiona-se a respeito de formas alternativas de fazer algum dinheiro com os artistas por conta da queda vertiginosa de vendas de CDs.

O problema é específico, mas a busca por uma solução inovadora para estimular as vendas deve ser tema constante de todo tipo de empreendimento: pequeno, médio e grande. Como já comentamos neste espaço, uma ideia inovadora é um dos únicos diferenciais possíveis em um ambiente de negócios cada vez mais cruel e competitivo.

Pois bem, Inovar é preciso.

Você pode, a partir de agora, pensar em adotar uma estratégia semelhante: oferecer algo de graça – trocar um produto por um post no Twitter – para que seu produto (ou serviço) fique conhecido do público em geral. Quem sabe você não consegue conquistar novos clientes a partir dessa ação virtual.

Mas cuidado.

Uma ideia inovadora precisa, essencialmente, funcionar. O que parece não acontecer no caso do disco do rapper Emicida. Eu tentei por duas vezes baixar o disco. Sem sucesso! Finalizo o processo de download, mas quando vou abrir os arquivos, eles estão corrompidos!

Ou seja: uma ação inovadora que me fez baixar um disco de um tipo de música do qual não sou exatamente fã de carteirinha, causou uma tremenda frustração.

É exatamente isso o que não pode ocorrer, recomendam os especialistas. Portanto, fica a dica: busque sempre uma inovação, mas certifique-se que você conseguirá entregar o que prometeu aos seus clientes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: