As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Empreendedorismo e inovação na educação brasileira

Daniel Fernandes

23 de agosto de 2011 | 18h02

A Universidade de Stanford, uma das mais renomadas do mundo, terá um centro de estudos dedicado à educação brasileira a partir do próximo ano. O Lemann Center for Educational Entrepreneurship and Innovation in Brazil (Centro Lemann para o Empreendedorismo e Inovação na Educação Brasileira) vai oferecer bolsas de pós-graduação para pesquisadores brasileiros, apoiar a formação de professores no país e se dedicar a pesquisar políticas educacionais e inovações para o Brasil.

Trata-se de uma parceria da Escola de Educação da universidade californiana com a Fundação Lemann, organização sem fins lucrativos.  O novo centro já conta com um plano de atividades para os próximos dez anos. Dentre as atividades previstas para o período, destacam-se: formação de pesquisadores, apoio à formação de professores do ensino básico e produção e disseminação de pesquisas inovadoras para a educação brasileira.

Reconhecida como uma das melhores do mundo em sua área, a Escola de Educação de Stanford reúne condições favoráveis para sediar o novo centro. Os quatro professores à frente do projeto têm conhecimento sobre o Brasil, já tendo vivido no país ou pesquisado a educação brasileira em profundidade. A proximidade com o Vale do Silício, região que concentra algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo, também favorece o foco em inovação adotado pelo centro.

O Centro Lemann para o Empreendedorismo e Inovação na Educação Brasileira é uma das iniciativas da Fundação Lemann para ajudar a formar capital humano qualificado no país e acelerar as transformações sociais no Brasil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: