As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A importância da INOVAÇÃO!

Daniel Fernandes

15 de julho de 2011 | 12h47

Dedicamos a primeira capa do caderno Estadão PME, publicado no finalzinho de junho, a um tema absolutamente emergencial para o pequeno e médio empresário: INOVAÇÃO!

As letras maiúsculas aplicadas, que na linguagem da internet significam gritar, foram usadas exatamente com essa função.

Hoje, inovar, passou a ser um dos poucos diferenciais a que um pequeno empresário pode recorrer para sobreviver em um mercado cada vez mais competitivo. Não importa se você atua no comércio, na indústria ou no setor de serviços. Para onde você olhar, há um concorrente.

E não se engane. Esse concorrente é tão interessado quanto você. Tem a mesma vontade de vencer do que você. E oferece um produto ou serviço similar ou até melhor do que o seu. Não há escapatória. É preciso desenvolver algo novo.

Mas a tarefa de inovar, seguramente, não é das mais simples. “A empresa precisa estar disposta a correr riscos, errar, fracassar e derrapar até que se chegue a um resultado”, afirma Paulo Renato Cabral, sócio da consultoria Inventta. Ajuda, no entanto, uma melhor formação do empresário, conforme explica Juliano Seabra, diretor de Pesquisa e Educação da Endeavor. “Quem tem boa formação educacional enxerga melhor as falhas que podem ser resolvidas pela inovação”.

Neste blog, atualizado pela equipe que produz o Estadão PME, vamos tentar ajudar exatamente na melhora da formação dos empreendedores para que possamos abandonar a lanterninha da inovação, conforme constatação da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), que mede o empreendedorismo em 59 países.

 

Tudo o que sabemos sobre:

EstadãoEstadão PMEGEM

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: