Você pode enganar o consumidor uma vez (os quatro pilares do marketing que nós adotamos)

Daniel Fernandes

05 de agosto de 2014 | 06h47


Essa semana vamos começar uma nova série de textos aqui no Blog do Empreendedor. Desta vez, queremos falar sobre os quatro pilares que baseiam todas as ações de marketing dos nossos empreendimentos, desde os tempos de Cervejaria Eisenbahn e também agora, à frente da Alimentos Pomerode.
São eles:
1) Marketing de Experiência.
2) Relações Públicas.
3) Design e Inovação.
4) Produtos e serviços excelentes.
Nas próximas quatro terças-feiras, vamos publicar um texto específico para cada um desses pilares. Hoje, gostaríamos de introduzir brevemente os conceitos básicos de cada um deles.
1) O Marketing de Experiência busca proporcionar ao consumidor um sensação positiva que fortaleça sua relação com uma marca. Pode ser quando um empreendedor consegue vender seu ambiente, sua história, como algo único e especial, que atrai as pessoas. Ou então quando oferece conhecimento através de palestras, degustações ou até sites e aplicativos (ou seja, Brand Utility, conceito que já exploramos).
2) Hoje, grande parte das Relações Públicas de um empreendimento acontece em lugares conhecidos por Instagram, Facebook e Twitter. Mas as redes sociais não eliminaram a necessidade da assessoria de imprensa, ou seja, de desenvolver um bom relacionamento com jornalistas e colunistas de publicações especializadas. E não para por aí: no ramo gastronômico, por exemplo, o empreendedor deve investir no relacionamento com chefs, professores da área e até com fornecedores.
3) Em todos os nossos empreendimentos, seja um restaurante ou uma fábrica, nunca negligenciamos a importância de se investir em design e inovação. Como também já falamos, as aparências importam muito na hora de conquistar seus clientes. Vendido em uma embalagem feia ou em um ambiente mal cuidado, o melhor produto do mundo não vai garantir ocrescimento de um negócio.
4) Produtos e serviços excelentes são uma daquelas condições sem as quais não entramos em um negócio. Precisamos sempre acreditar naquilo que vamos produzir e vender, na sua qualidade, no seu diferencial. Sem isso, acreditamos que não é possível empreender – mesmo com uma embalagem ou um ambiente perfeito (você pode enganar o consumidor na primeira vez, mas ele não vai voltar a comprar seu produto bonito se ele for de má qualidade).
Bruno e Juliano fundaram a premiada Cervejaria Eisenbahn, um pub inglês em Blumenau e agora, à frente da Alimentos Pomerode, trabalham na criação de uma marca de queijos bem especiais.Escrevem todas as terças aqui no Blog do Empreendedor

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: