Trabalhar com animais não é fácil, mas…

Daniel Fernandes

14 de março de 2013 | 06h55

Nem todos os dias são de alegria




A maioria das pessoas pensa que trabalhar com animais é fácil. Não é mesmo!!!. Nenhum pouco. Mas é muito prazeroso. Para quem gosta, evidente.
Trabalhar 12 horas por dia e mais algumas horas aos finais de semana e ainda assim manter o ritmo, o equilíbrio e principalmente a disposição requer alguns cuidados. Gostar muito do que se faz já é um bom começo. Lidar com o tempo é outra questão que pode nos fazer perder a paciência.
Colocar todas as nossas atividades em um único dia, por exemplo, é uma tarefa desafiadora.  Além de todas as nossas atribuições profissionais, ainda temos de cuidar da nossa família, dos nossos próprios cães, amigos e ainda fazer academia, que vai nos ajudar a manter a mente e corpo sãos.
O desafio maior é saber lidar com a diferença de opinião, a imposição de ideias e a concorrência pra saber quem é mais importante ou quem manda mais.
Nisso os animais sempre tem razão! Não escolhem ninguém por hierarquia. Eles não fazem diferença. Apenas doam carinho em troca de um pouco de atenção, um lar e uma comidinha. Simples. E conviver com esses amigos de quatro patas ilumina nosso caminho todos os dias. Garante a leveza que precisamos para seguir em frente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.